Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Maio de 2021

Geral

Bancários protestam e duas agências do Banco do Brasil não terão expediente hoje

Além disso, serão distribuídas panfletos aos clientes informando a importância do Banco do Brasil e da manutenção das agências abertas para a população.

Campo Grande News

29 de Novembro de 2016 - 09:21

Duas agências de Campo Grande que serão fechadas com a reestruturação do Banco do Brasil, não terão expediente nesta terça-feira (29), em forma de protesto contra a medida, realizada pelo Sindicato dos Bancários.

Os atos em Campo Grande ocorrerão nas agências do Parque das Nações, próxima ao Shopping Campo Grande e Cachoeira, localizada na avenida Ricardo Brandão.

Os dirigentes sindicais vão paralisar as atividades das unidades o dia todo e se reunir com os bancários para debater a questão. Além disso, serão distribuídas panfletos aos clientes informando a importância do Banco do Brasil e da manutenção das agências abertas para a população.

Em todo país, hoje é o Dia Nacional de Luta do BB contra os cortes de empregos e agências.

Reestruturação - No dia 20 de novembro, o banco anunciou uma reestruturação institucional, que vai reduzir 9.072 vagas no quadro de pessoal, desativar 402 agências e outras 379 serão transformadas em postos de atendimento, além de um PEAI (Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada) com público alvo de 18 mil funcionários.

Para o sindicato, esse plano de aposentadoria vai representar uma brutal redução no quadro de funcionários, acarretando em sobrecarga de trabalho aos bancários da ativa. “Se os bancários já estavam sofrendo com a sobrecarga de trabalho, agora a situação tende a piorar com a falta de 18 mil bancários que poderão se aposentar. Sem falar que a população também será diretamente atingida com o fechamento de agências e poucos bancários para realizar os atendimentos”, ressalta o presidente do sindicato, Edvaldo Barros.

Em Mato Grosso do Sul, duas agências serão fechadas em Campo Grande (Cachoeira e Parque das Nações) e uma em Corumbá. Outras quatro serão transformadas em postos de atendimento: Campo Grande (UFMS), Rio Negro, Dourados e Ponta Porã.