Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 7 de Maio de 2021

Geral

Greve de auditores fiscais causa prejuízo

Estado pretende acionar a bancada federal para buscar solução

Correio do Estado

12 de Novembro de 2016 - 07:26

A greve dos auditores fiscais em Ponta Porã, fronteira seca com o Paraguai, tem prejuízo atrasos de R$ 406,8 mil ao dia. A estimativa é baseada em análise da Federação da Indústria de Mato Grosso do Sul (Fiems). Conforme a instituição, de janeiro a outubro, o Estado exportou, por Ponta Porã, o equivalente a 68 mil toneladas, o que representa um montante de US$ 24 milhões – R$ 76,8 milhões. “Considerando os 200 dias úteis nesse período, o prejuízo médio estimado é de US$ 120 mil ao dia – R$ 406,8 mil/dia.

Em alguns casos, caminhões ficam parados por até 15 dias esperando a liberação do Fisco para seguir viagem, informou a federação.

Esse prejuízo foi tema de uma reunião realizada entre representantes do setor industrial do Estado, do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco) em Mato Grosso do Sul e também do secretário Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), Jaime Verruck.