Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 18 de Maio de 2021

Geral

Por falta de licitação, ano letivo de 2017 pode começar sem kit escolar

Equipe de prefeito eleito teme atraso na entrega.

Midiamax

07 de Dezembro de 2016 - 13:27

Situação financeira do município e problemas com licitação preocupam a equipe de transição do prefeito eleito Marquinhos Trad (PSD). O economista Pedro Pedrossian Neto, cotado para comandar as finanças da Prefeitura de Campo Grande, na próxima gestão, admite que pode haver atraso na entrega dos kits escolares, materiais didáticos e uniformes.

“Até onde temos de informação a licitação não está pronta e isso pode comprometer a entrega para o ano que vem. É necessário tempo para que as empresas vencedoras produzam os materiais e há problema de logística. Queremos que tudo seja entregue para asa crianças dentro do tempo”, declara.

Questionado, na manhã desta quarta-feira (7), sobre o possível atraso na entrega Neto afirma que o assunto será discutido com a equipe da atual gestão. “Teremos uma reunião ainda nesta semana sobre as compras. Vamos reiterar a cobrança para que essa administração possa fazer isso com mais seriedade”, frisa.

Neste ano também houve atraso na entrega dos kits escolares, que só começaram a ser distribuídos no dia 15 de junho. Foram entregues: caderno, agenda, caneta, lápis, borracha, apontador, régua, esquadro, transferidor, cola e giz de cera, para aproximadamente 84 mil alunos, matriculados a partir do 1º ano.

Na ocasião o prefeito Alcides Bernal (PP) justificou desentendimento entre empresários do ramo de papelaria e Executivo. Os atrasos também ocorrem nos últimos três anos.

Medicamentos

Outra preocupação da equipe de transição do prefeito eleito é em relação ao estoque de medicamentos da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública). Pedro Pedrossian Neto diz que representantes da futura gestão municipal devem verificar o almoxarifado. "Não podemos descuidar da atenção básica", justificou.

De acordo com as informações, a vistoria no almoxarifado da Sesau deve ocorre na próxima semana.