Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Mato Grosso do Sul

Número de internados é o menor do ano em Mato Grosso do Sul

Correio do Estado

27 de Setembro de 2021 - 16:15

Número de internados é o menor do ano em Mato Grosso do Sul
Autoridades em saúde alertam para que cuidados com higiene permaneçam rigorosos - Foto: Divulgação

Dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) desta segunda-feira (27) apontam que Mato Grosso do Sul tem o menor número de internados de 2021. Existem 115 pessoas hospitalizadas em todo o estado de Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (27), sendo 46 em leitos clínicos (33 público; 13 privado) e 69 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (63 público; 6 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 43%, Dourados em 53%, Três Lagoas 46% e Corumbá 59%. Existem duas pessoas à espera de um leito em Mato Grosso do Sul. Entre os pacientes que aguardam por uma vaga em hospital, um é da Central de Regulação de Campo Grande e um da Central de Regulação de Dourados.

A campanha de vacinação contra Covid-19 é responsável pela queda no número de casos, mortes, internações, taxa de contágio e letalidade.

O coronel do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS) e assessor militar na Secretaria de Estado de Saúde (SES), Marcello Frahia, afirma que a taxa de contágio está em decréscimo e a pandemia está sob controle, mas que isso não é motivo para abandonar as medidas de biossegurança.

Mato Grosso do Sul atingiu a imunidade coletiva do público acima de 18 anos em 18 de setembro de 2021. O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, celebra o avanço da vacinação no Estado.

“Mato Grosso do Sul é referência nacional na vacinação contra COVID-19. Desde o início da campanha de imunização temos nos destacado. Agradecemos o esforço de todos que estão empenhados nessa missão”.

O secretário lembra que a pandemia apresenta melhora, mas ainda não acabou. “Ainda não vencemos a doença. Estamos a cada dia avançando e precisamos da colaboração de cada um de vocês para que a gente possa ter uma vitória contra a Covid. Não é para baixar a guarda”. O Estado contabiliza 9.544 óbitos e 372.660 testes positivos desde o início da pandemia, sendo doze mortes e 336 confirmações nas últimas 24 horas.

Os testes positivos registrados são de Campo Grande (312), Anastácio (9), Nova Andradina (7), Sidrolândia (4), Três Lagoas (4), Aquidauana (3), Chapadão do Sul (2), Corumbá (2), Rio Brilhante (2), Sonora (2) e Amambaí (1). As cidades que apresentaram mortes são Campo Grande (9), Dourados (2) e Cassilândia (1).

A taxa de contágio é de 0,80 nesta terça-feira (27). Isto significa que 100 contaminados pela Covid-19 transmitem a doença para outras 80 pessoas. 

Resende afirma que é preciso que a taxa de contágio esteja em menos de 1% para haver sucesso no enfrentamento à pandemia. 

Vacinômetro

Mato Grosso do Sul tem 76,20% da população vacina e 56,26% imunizada, de acordo com dados do vacinomêtro disponibilizado pela Secretaria de Estado (SES). Das 3.906.110 doses enviadas aos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 3.630.355 foram aplicadas.

A campanha de imunização contra Covid-19 começou em 19 de janeiro de 2020 em Mato Grosso do Sul. O objetivo é vacinar o maior número de pessoas para conter o avanço de casos confirmados, internações, óbitos e frear a pandemia.

Sintomas da Covid-19

É possível que o cidadão esteja infectado com o vírus da Covid-19 caso apresente os seguintes sintomas:

  • Febre
  • Tosse seca
  • Perda do olfato
  • Perda do paladar
  • Falta de ar
  • Dificuldade para respirar
  • Dor ou pressão do peito

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) afirma que o isolamento social, o uso de máscara e álcool gel e a higienização das mãos com água e sabão são medidas imprescindíveis para conter a propagação do novo coronavírus.