Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Janeiro de 2022

Policial

Acusado de matar taxista disse que só queria roubar e pede desculpas

Conforme o site Dourados News, em depoimento à polícia, ele afirmou que matou porque o taxista reagiu.

Dourados News

01 de Junho de 2011 - 07:39

Acusado de roubar e matar o taxista Silas Soares Leite, de 60 anos, no dia 3 de dezembro de 2010, Adenilso Canteiro da Silva, de 22 anos, o “Brinquinho”, disse, nesta terça-feira, que apenas queria levar o carro. Preso por furto em Rio Brilhante, ele foi transferido hoje para Dourados (230 km de Campo Grande, na região Sul do Estado).

“Brinquinho” afirmou que não sabia que Silas tinha morrido com o golpe de faca e pediu perdão à família do taxista. Ele disse também não saber que o taxista era "um pai de família".

Conforme o site Dourados News, em depoimento à polícia, ele afirmou que matou porque o taxista reagiu.

O acusado de latrocínio (roubo seguido de morte) mora em Rio Brilhante. Na versão da polícia, ele foi até Dourados para visitar um parente, quando resolveu roubar o veículo.