Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 12 de Abril de 2024

Policial

Após perseguição, PRF apreende 234 kg de cocaína

Agentes da PRF tentaram abordar três veículos próximo a Brasilândia, mas eles furgiram.

Correio do Estado

22 de Fevereiro de 2024 - 14:33

Após perseguição, PRF apreende 234 kg de cocaína
Droga encontrada em duas das picapes abandonadas foi entregue à Polícia Civil de Andradina (SP).

Depois de perseguição, agentes da Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso do Sul apreenderam em São Paulo um carregamento de 234 quilos de cocaína na noite desta quarta-feira. Esta foi a terceira grande apreensão de cocaína nesta semana feitas por diferentes instituições de segurança pública.

De acordo com nota distribuída pela assessoria da PRF, integrantes da corporação faziam “fiscalização em Brasilândia (MS), quando avistaram um comboio de três veículos seguindo em direção à divisa com São Paulo. Foi realizada tentativa de abordagem, mas os condutores entraram em uma estrada vicinal em fuga”.

Durante essa perseguição, continua a nota, “dois motoristas abandonaram duas picapes Fiat/Strada em Nova Independência (SP). Buscas foram realizadas pelos condutores e o terceiro veículo, porém não foram localizados. Nas picapes abandonadas foram encontrados os tabletes de cocaína e vários documentos pessoais esquecidos pelos suspeitos”, conclui a nota. A droga e os veículos foram encaminhados à Polícia Civil em Andradina, no Estado de São Paulo.

Nova Independência, onde ocorreu a apreensão,é um dos primeiros municípios paulistas depois da ponte sobre o Rio Paraná em Brasilândia. Questionada sobre a presença de uma equipe da PRF na região de Brasilândia, onde não existe rodovia federal, a assessoria informou que "a circunscrição da Delegacia da PRF em Três Lagoas vai até o km 12 da BR-158, ali na região de Brasilândia, logo após a ponte".

A assessoria não informou, porém, se a interceptação havia sido resultado da investigação do serviço de ineligência ou se o comboio dos traficantes já estava sendo monitorado antes de chegar ao local da tentativa de abordagem.

Polícia Federal

No dia anterior, Em Bataguassu, na mesma região do Estado, a Polícia Federal apreendeu quase meia tonelada de cocaína, que estava a caminho do Estado de São Paulo.  A droga estava escondida no fundo falso de um caminhão e o motorista, que não teve a identidade divulgada, foi preso.

De acordo com a PF, a equipe recebeu denúncia anônima de que um caminhão estaria sendo utilizado para o tráfico de drogas. Com a informação,  localizaram o veículo no pátio de um posto de combustíveis. O caminhão estava carregado com carga de soja, que era transportada legalmente.

Mas, na cabine havia um fundo falso onde estavam escondidos vários tabletes pequenos de cloridrato de cocaína, que totalizaram 490 quilos da droga. Os tabletes estavam etiquetados com adesivos 'Gianne Versace', fundador da marca italiana de luxo Versace.

O motorista informou que seguia viagem de Maracaju até o porto de Santos (SP), o que indica que a droga tinha como destino o mercado exterior.

A Polícia Federal fez avaliação do entorpecente, mas se chegasse à Europa, por exemplo, renderia em torno de R$ 130 milhões aos narcotraficantes.

Exército

E na segunda-feira (19), militares do Exército Brasileiro apreenderam 163 quilogramas de cocaína em Corumbá, na chamada Estrada do Lixão, que dá acesso à fronteira com a Bolívia.

Integrantes da 18ª Brigada de Infantaria de Pantanal realizavam patrulhamento motorizado, quando abordaram um boliviano de 29 anos, que conduzia uma Volksvagen Paraty e durante a revista econtraram três sacos com tabletes de cocaína,

Essa foi a maior apreensão de droga realizada pela 18ª Brigada de Infantaria de Pantanal, desde o início da Operação Ágata Fronteira Oeste II, que começou em novembro de 2023.