Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 2 de Março de 2021

Policial

Batalhão de choque prende dois homens com maconha, pistola e munições em Campo Grande

Conforme a PM, Silva disse que a arma de fogo pertence ao amigo Gurgel e também informou o endereço correto do ‘amigo’.

Midiamax

28 de Setembro de 2014 - 19:18

Dois homens foram presos na manhã deste domingo (28) por policiais do BPChoque (Batalhão de Choque da Polícia Militar) com duas motocicletas furtadas, tabletes de maconha, uma pistola e munições intactas. O flagrante aconteceu em uma casa no Bairro Silvia Regina, em Campo Grande.

Os militares realizavam rondas quando abordaram Rodrigo Aparecido Gurgel, de 24 anos. Ele estava conduzindo uma motocicleta Honda CG 125, placa HTE-8721. Em revista, foi encontrada uma porção de maconha, que ele alegou ser para consumo pessoal. Os policiais checaram a placa do veículo e descobriram que possuía registro de furto ou roubo. Na motocicleta também havia o controle remoto de um portão eletrônico.

Gurgel disse que o controle seria do portão da casa dele, mas desconfiados, os militares foram até o local onde ele disse morar. Os policiais constataram que o controle remoto do portão não funcionou e entraram em contato com o dono da casa, Robert Amorim Da Silva, de 26 anos.

Silva disse que Gurgel era amigo dele e foi questionado pelos militares sobre a existência de algo ilegal no local. Ele confirmou que havia e deixou os policiais entrarem na casa. Foi encontrada dentro de um guarda-roupa uma pistola Taurus calibre 380, furtada em abril deste ano, com carregador e onze munições.

Conforme a PM, Silva disse que a arma de fogo pertence ao amigo Gurgel e também informou o endereço correto do ‘amigo’. Os militares foram até a casa, no Bairro Silvia Regina e conseguiram fazer o portão funcionar com o controle remoto.

Na varanda foi encontrada uma motocicleta Yamaha, placa HSJ-1878, roubada. Gurgel disse que o veículo seria de outro amigo. Os policiais realizaram busca no imóvel e encontraram 20 munições intactas de calibre 38, quatro tabletes de maconha e alguns pedaços já preparados para a venda.

Dentro dos guarda-roupas foram encontradas duas balanças de precisão. Na casa estava um homem de 27 anos, que informou ter chegado de Porto Murtinho há poucos dias. Ele também foi levado à delegacia, mas não figurou no boletim de ocorrência da Polícia Civil.

Os dois suspeitos foram autuados por tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo de uso permitido e receptação.