Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 23 de Outubro de 2021

Policial

Funcionários de usina são presos por furtar carro de traficantes e vender peças

O veículo havia sumido no dia 24 de março, quando era usado por Agamaildo Firmiano da Silva (Gama) e José Batista da Silva

02 de Abril de 2011 - 11:20

Investigadores da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) prenderam na última terça-feira (29) quatro funcionários da Usina Passa Tempo de Rio Brilhante, mas só hoje a ocorrência foi divulgada.

O grupo vai responder por furto qualificado. Guilherme da Silva Souza, 31 anos, Ricardo Gomes Barbosa, 26 anos, Domingos Evangelista da Silva Filho, 23 anos, e Carlos Alberto Fidalgo da Cruz, 22 anos, e foi indiciado por receptação de parte das peças, Isael Diniz da Silva, 44 anos, todos residentes no município de Rio Brilhante, são acusados de furtar carro de traficantes e vendeu as peças.

O veículo havia sumido no dia 24 de março, quando era usado por Agamaildo Firmiano da Silva (Gama) e José Batista da Silva, que foram presos por policiais da Defron, quando foram surpreendidos com quase duzentos quilos de maconha escondidos em um matagal às margens da rodovia MS 455, próximo da Usina Passa Tempo. Os dois também são acusados de roubo a bancos.

Agamaildo e José Batista tinham descarregado a droga do Fiat Pálio, pois o veículo havia apresentado problemas mecânicos e funcionários da Usina Passa Tempo eram os encarregados de rebocar o veículo com um trator até o pátio da agroindústria, no entanto, puxaram o veículo para dentro de um canavial e o desmancharam.

Todos os presos foram autuados em flagrante e estão recolhidos no Estabelecimento Penal de Rio Brilhante.