Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Abril de 2021

Policial

Homem que assediou criança de 10 anos pela internet se diz ‘viciado’ em sexo virtual

O homem, que é casado, disse que há anos tem mantido conversas pela internet e que nunca passou do mundo virtual

Midiamax

04 de Novembro de 2014 - 13:16

Valdeir Rodrigues, de 28 anos, disse para a Polícia Civil que é viciado em sexo virtual. Ele foi preso em flagrante na tarde de segunda-feira (3), após marcar um encontro com uma criança de 10 anos na porta de escola.

O homem, que é casado, disse que há anos tem mantido conversas pela internet e que nunca passou do mundo virtual. “Ele disse que precisa de tratamento”, relata a delegada titular da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Regina Márcia Rodrigues, em relação ao que ouviu do suspeito.

Ele detalhou que quando chegava a casa, fazia questão de tomar um banho e depois ir até o computador para se relacionar com qualquer pessoa do sexo feminino. “O suspeito disse que não fazia distinção da idade”, conta a titular da unidade e responsável pela investigação.

A delegada contou à equipe do Jornal que o rapaz não tem passagem. “Por enquanto não há nenhum tipo de ocorrência com as mesmas características desta denúncia, mas acredito que com a divulgação do caso e da foto dele, pode ser que apareçam outras vítimas, uma vez, que ele mesmo disse que não fazia distinção quanto à idade das mulheres e das meninas em que se relacionava pela internet”, explica.

Caso

Valdeir foi preso na tarde de ontem, em Campo Grande, após assediar e marcar um encontro com uma menina de 10 anos pelo Facebook. A criança contou para a mãe, que passou a monitorar a conversa dele com a filha, imprimiu as mensagens e levou até a Polícia Civil.

Ele adicionou a criança no Facebook e começou a assediar a menina. Nas conversas, ele disse que daria presentes à criança e até mandou uma foto sem roupa. A troca de mensagens começou no dia 28 de outubro e, nesta segunda-feira (3), foi marcado um encontro com o suspeito para as 14 horas.

Conforme a delegada de Depca, a menina disse várias vezes a Valdeir que tinha apenas 10 anos. Ele vai ser ouvido e indiciado pelo crime previsto no artigo 241-D do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso, com pena que vai de um até três anos de reclusão, em regime fechado, e multa.