Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Policial

Mãe de garoto espancado por causa de R$ 2 diz que família não gostava dele

No entanto, a mãe do menino repreendeu a atitude do marido e disse para deixar o garoto ir embora, dizendo que “ninguém da família gosta do garoto”.

Radio Caçula

08 de Abril de 2011 - 13:00

Após ser espancado pela mãe e o padrasto com chicote e uma pá por ter perdido R$ 2, o menino de 10 anos foi acolhido no início da noite desta quinta-feira (7) na Fundação Abrigo Poço de Jacó, em Três Lagoas. A determinação partiu do Conselho Tutelar do município.

Foi necessário o apoio da Polícia Militar no local, pois o padrasto do garoto estava alterado e questionou a decisão judicial de retirar a criança do convívio da família, mesmo sendo acusado de praticar diversos tipos de violência contra o enteado.

No entanto, a mãe do menino repreendeu a atitude do marido e disse para deixar o garoto ir embora, dizendo que “ninguém da família gosta do garoto”. Antes de ser levado para o abrigo, o menino ainda pediu para o conselheiro não o deixar voltar mais para a casa da mãe.

Segundo o conselheiro Davis Martinelli, o garoto permanecerá no abrigo sob os cuidados da justiça e continuará com a sua rotina normal, estando apenas em casa diferente.

Martinelli explicou que a juíza tem o prazo de até dois anos para receber um estudo social realizado pela equipe do Fórum local, que irá apontar se alguém da família tem condições psicológicas de cuidar da criança.