Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 16 de Abril de 2024

Policial

Mulher atropelada na BR-262 ainda não foi identificada

O corpo foi localizado as margens da rodovia por policiais militares, que foram acionados por populares.

Campo Grande News

13 de Junho de 2011 - 09:00

A Polícia Civil ainda não identificou a mulher que morreu atropelada na madrugada desta segunda-feira na BR-262, na saída para Três Lagoas, em Campo Grande. O motorista fugiu do local do acidente, mas foi localizado pela Polícia.

A vítima foi atropelada pela caminhonete F-250, de placa ENF-2636, conduzida por Henry Harfuchi, 48 anos, que estava acompanhado do filho de 13 anos e de um funcionário.

Marcas de sangue ficaram no local do acidente.

O corpo foi localizado as margens da rodovia por policiais militares, que foram acionados por populares.

O motorista disse que seguia pela rodovia no sentido Três Lagoas quando a mulher atravessou na frente do veículo e acabou atingida pela caminhonete.

Ele afirmou à Polícia Militar que não parou no local para prestar socorro porque ficou muito nervoso.

A caminhonete foi localizada minutos depois, na entrada do bairro Jardim Noroeste, com um amassado na lateral direita. Detido em flagrante, o motorista foi levado para a Depac/Piratininga (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) e deve respoder por homicídio culposo (sem intenção de matar), agravado por evasão do local.

A pericia encaminhou o corpo da mulher para o IML (Instituto Médico Legal).