Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 24 de Outubro de 2021

Policial

PM apreende quase 4t de droga em dois meses no interior

A grande maioria, mais de 3,7t foi de maconha. Ainda foram retirados de circulação cocaína, crack e pasta-base de cocaína.

Conjuntura Online

12 de Janeiro de 2011 - 10:10

Os 13 batalhões e três companhias independentes integrantes do CPI (Comando de Policiamento do Interior), da Polícia Militar, apreenderam, nos meses de novembro e dezembro do ano passado, 3.792,729kg (três mil, setecentos e noventa e dois quilos, setecentos e vinte e nove gramas) de entorpecente. A grande maioria, mais de 3,7t foi de maconha. Ainda foram retirados de circulação cocaína, crack e pasta-base de cocaína.

No período, as unidades do CPI apreenderam 3.723,430kg (três mil, setecentos e vinte e três quilos, quatrocentos e trinta gramas) de maconha. Destaque para a 3ª Companhia Independente de Amambai com 1.346,139kg (mil, trezentos e quarenta e seis quilos, cento e trinta e nove gramas) e para o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária com 1.279,665kg (mil duzentos e setenta e nove quilos, seiscentos e sessenta e cinco gramas). A 3ª CIPM de Amambai foi novamente destaque na apreensão de crack, com 3kg (três quilos) dos 3,139kg (três quilos, cento e trinta e nove gramas) pegos pelo CPI.

“A posição geográfica de Mato Grosso do Sul exige que tenhamos cuidado redobrado com o tráfico. As fronteiras com Paraguai e Bolívia são chamarizes para bandidos que querem entrar no país com drogas, o que torna nosso Estado uma espécie de corredor. Intensificando a fiscalização na área de fronteira e nas rodovias conseguimos prender traficantes e impedir que o entorpecente chegue ao seu destino para revenda. Os resultados podem ser vistos com o grande volume de apreensões feitas tanto pela PRE quanto pela 3ª CIPM que atua na divisa com o Paraguai”, justificou o comandante-geral da PMMS, coronel Carlos Alberto David dos Santos.