Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 27 de Outubro de 2021

Policial

Polícia Civil de Jateí recupera motocicleta furtada em Dourados

Fátima News

25 de Março de 2011 - 09:00

A polícia civil de Jatei recuperou a motocicleta da marca Honda, CG 125, cor azul, placas HRT-0142, ano/modelo de fabricação 2000/2000, furtada em maio de 2010 na Avenida Weimar Gonçalves Torres, em frente a Auto Escola Confortec, no município de Dourados.

A apreensão ocorreu na Gleba Nova Esperança, distrito localizado a 70 quilômetros da sede do município de Jatei, quando uma equipe da polícia civil atendia outra ocorrência. O investigador de polícia civil plantonista João Carvalho Soares, acompanhado pelo policial militar Jorge Fátimo, avistou a motocicleta sendo conduzida por Renato Monteiro dos Santos e suspeitou pela placa muito velha, então procedeu sua abordagem. Ao exame visual no veículo, constatou que a placa não tinha lacre, seu condutor não possuía documentação (CRLV), nem Habilitação e ainda a numeração do chassis e do motor estavam suprimidas por raspagem (lixadas). Procedeu a apreensão da motocicleta e apresentou na Delegacia de Polícia Civil.

O Delegado de Polícia Dr. Marcelo Alonso requisitou exame pericial metalográfico, que foi efetuado pelo perito Dr. André Harada, contudo, face a profundidade da raspagem efetuada, a perícia revelou apenas 09 númerais, dos 13 originalmente gravados.

Diante do impasse, coube ao policial civil Marcelo Félix Soares, detentor de conhecimentos específicos a respeito da identificação veicular, mediante pesquisa e consulta aos sistemas informatizados e comparativo de numeração por ano/modelo da motocicleta, identificar os numerais faltantes, culminando com a constatação da origem criminosa da moto: produto de furto no município de Dourados.

Os responsáveis pela posse e venda da motocicleta negaram a prática do furto. Em depoimento prestado ao Delegado, Renato Monteiro informou que pagou a importância de R$ 1.400,00, indicando como vendedor o morador da Gleba Nova Esperança Sr. Sidnei Gomes de Oliveira, o qual por sua vez afirmou ter pago apenas R$ 800,00 (oitocentos reais), comprando a moto de um desconhecido que sabe apenas o apelido "Doni", sem indicar endereço, profissão ou local de trabalho desse suposto vendedor. Peritos avaliaram a motocicleta em R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais).

O proprietário da motocicleta furtada, Douglas Cavalheiro Cruz, morador de Dourados - MS, foi comunicado da recuperação do seu bem, esteve na Delegacia de Polícia de Jatei e o reconheceu, ficando de providenciar a regularização da documentação e transferência para seu nome, os quais ele deixou atrasado após a ocorrência do furto.

O delegado de polícia adverte que a adulteração de sinal identificador de veículo, bem como a compra de bem de procedência criminosa, são crimes severamente punidos pela legislação penal, a receptação com pena de reclusão de até quatro anos e a adulteração de chassis ou outro sinal identificador com pena de até seis (06) anos de reclusão.

O Dr. Marcelo Alonso atribui a solução de mais esse crime ao trabalho em equipe: o esforço do investigador de polícia João Carvalho, coroado pelos trabalhos sucessivos e em equipe do perito criminal Dr. André e do investigador Marcelo, cuja união só poderia resultar no trabalho da polícia executado de maneira exemplar.

Finaliza o Dr. Marcelo lembrando que denúncias (anônimas ou identificadas) podem ser feitas diretamente à Delegacia de Polícia de Jatei, através do telefone: 3465-1121 ou ainda através da DELEGACIA VIRTUAL: />