Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 1 de Dezembro de 2021

Policial

PRF dá início à “Operação Tiradentes - Semana Santa”, que segue até domingo

Equipes também darão atenção especial a trechos de rodovias que levam a regiões fronteiriças, como Corumbá e Ponta Porã.

Conjuntura Online

20 de Abril de 2011 - 10:53

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) deu início, à 0h de hoje (20), à “Operação Tiradentes - Semana Santa 2011”. A operação, que ocorre em todo o país, vai até à 0h de domingo (24). Em MS, serão fiscalizados mais de 3.500 quilômetros de rodovias federais.

Os 22 postos de fiscalização no Estado terão um reforço de 30% em seu efetivo. Os reforços virão de policiais que no dia a dia atuam em trabalhos administrativos e de patrulheiros que sacrificarão as eventuais folgas agendadas para o período.

As equipes volantes vão priorizar os pontos mais sensíveis das rodovias que cortam o Estado. Igualmente receberão atenção especial, as regiões consideradas polos turísticos. Como as cidades de Bonito, Jardim, Rio Verde de MT e Corumbá.

Equipes também darão atenção especial a trechos de rodovias que levam a regiões fronteiriças, como Corumbá e Ponta Porã.

Veículos vetados

Até o domingo vai haver restrição de veículos, de longas dimensões, nas principais rodovias. Para que possam trafegar, esses veículos não podem ultrapassar a largura máxima de 2,60 metros e altura máxima de 4,40 metros. Também estão liberados veículos articulados compostos de duas unidades, desde que não excedam ao comprimento de 19,80 metros, com ou sem carga.

Os motoristas que não levarem em conta a restrição poderão ser punidos com até cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (multa grave) e com multa no valor de R$ 127,69.

Cuidados especiais

A PRF pede que as pessoas que vão utilizar as rodovias, que observem o estado de segurança e conservação de seus veículos, assim como a documentação dos carros e pessoal.

É vetada a direção a quem estiver alcoolizado, sobre efeito de medicamentos que afetem o reflexo ou causem sonolência, cansado, irritado ou em outras situações que possam interferir de modo negativo na condução do veículo.

A PRF lembra que a utilização do cinto de segurança é obrigatória para todos os ocupantes dos veículos. Também alerta para cuidados com o transporte de crianças.