Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 6 de Março de 2021

Policial

Traficantes milionários também estão envolvidos em assassinatos

O grupo mantinha uma espécie de “braço armado”, que atuava na segurança de seus integrantes contra as ações policiais e também na execução de desafetos

Correio do Estado

27 de Setembro de 2014 - 07:08

A quadrilha de traficantes milionária internacional desmantelada a partir da operação “Navajo”, realizada na quinta-feira (25), em Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo, também tem envolvimento com assassinatos em decorrência do tráfico de drogas.

 A informação é da Polícia Federal, que ontem trabalhou no rescaldo da ação, que somente no Estado apreendeu quase R$ 1 milhão em dinheiro (reais e dólares), três aviões e automóveis. 

O grupo mantinha uma espécie de “braço armado”, que atuava na segurança de seus integrantes contra as ações policiais e também na execução de desafetos. Há fortes indícios, por exemplo, de que os traficantes tenham cometido, no mínimo, dois homicídios no último ano, somente em Itumbiara (GO).

Também existem fortes suspeitas de que os líderes da organização corrompiam policiais e funcionários de estabelecimentos prisionais para terem “carta-branca” em suas ações criminosas, em Goiás e em Minas.