Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Política

André quer contenção de gastos e industrialização no segundo mandato

Puccinelli também avisou que não vai tolerar desperdícios e nem desvio de finalidade nas secretarias de governo

Campo Grande News

31 de Dezembro de 2010 - 09:00

O governador André Puccinelli (PMDB) disse que a industrialização do Estado e a descentralização da saúde são algumas de suas metas para o segundo mandato, que se inicia amanhã.

Puccinelli também avisou que não vai tolerar desperdícios e nem desvio de finalidade nas secretarias de governo.

“Vamos rigorosamente controlar para não haver desperdícios nem desvios”, afirmou, durante entrevista à TV Morena.

André disse que sua meta é dar continuidade aos projetos iniciados em sua primeira gestão, sobretudo no que diz respeito à estruturação viária e hidroviária do Estado para a industrialização e geração de empregos.

“Queremos mais trabalho, mais competência, mais tudo, algumas metas ainda não foram atingidas neste primeiro governo e vamos trabalhar para isso”, comentou.

Puccinelli afirmou que manteve a maior parte do secretariado por entender que o grupo já tem conhecimento da máquina e por isso pode dar continuidade ao processo nos próximos quatro anos.

“Queremos ter infraestrutura para competir com as regiões litorâneas, com saída para o pacífico, trabalhar pela industrialização que já existe em Três Lagoas, onde não falta emprego”, disse.