Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 23 de Junho de 2024

Política

Apoio de Maluf ao PT gera críticas e ironias de políticos na web

Terra

18 de Junho de 2012 - 15:00

A foto do ex-presidente Lula ao lado de seu pré-candidato à prefeitura de São Paulo Fernando Haddad (PT) e do deputado federal Paulo Maluf (PP) causou indignação no Twitter. Adversários históricos, o PT e o Maluf deram as mãos em torno da aliança na disputa na capital paulista nesta segunda-feira.

O deputado federal Jean Wyllys (Psol) foi um dos que criticaram a aliança: "Pergunta: que moral tem uma pessoa pra falar em "PIG" quando seu partido está de braço dado com Maluf, Collor, Sarney, Crivella e Malafaia?", escreveu.

Sem citar nomes ou partidos, a pré-candidata à prefeitura de Porto Alegre, a deputada federal Manuela d'Ávilla (PCdoB), não citou nomes, nem partidos: "Hoje é de dia de ver como a história é feita um dia após o outro", escreveu no Twitter. Manuela esperava o apoio do PP na disputa na capital gaúcha, mas o partido de Maluf se aliou à candidatura do atual prefeito, José Fortunati (PDT). Manuela, porém, conquistou o apoio de um grupo do PP, liderado pela senadora Ana Amélia Lemos.

A pré-candidata do PSB, Soninha Francine, também criticou seu adversário. "Ao lado da Erundina, ele posa pra foto e chora. Ao lado do Maluf o esperto não quer aparecer". O deputado estadual Carlos Bezerra Jr. (PSDB-SP) recorreu ao nome de um filme sobre gângsteres para comentar a foto: "Os Bons Companheiros", escreveu no Twitter.

Presidente do PTB, Roberto Jefferson questionou até que ponto o PT de São Paulo aceitaria o apoio de Maluf: "Será que o crescimento de Haddad será suficiente para amainar o clima no PT paulista que terá de engolir Paulo Maluf?", escreveu no microblog.

Erundina e Marta
Antes do PT e o PP selarem oficialmente a união em São Paulo, a pré-candidata a vice na chapa de Haddad, a deputada federal Luiza Erundina (PSB) confessou que sentirá "desconfortável" em um palanque com Maluf. Os dois se enfrentaram nas eleições municipais de 1988 e 1996 (com Celso Pitta, apoiado por Maluf).

Já a senadora Marta Suplicy, ironizou: "Acho que seria pesadelo com Kassab, imagine agora com o Maluf". Esperada pelo PT para participar da pré-campanha de Haddad, Marta tem se ausentado de eventos relacionados à disputa em São Paulo e não tem deixado de criticar as alianças de seu partido.