Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 14 de Junho de 2024

Política

Competitivo na disputa, Acelino deve atrair André para seu palanque

Gravou um depoimento protocolar de apoio a Acelino e até agora não tinha agendado vir a cidade participar diretamente da campanha.

Marcos Tomé/Região News

10 de Setembro de 2012 - 10:25

Foto: Região News

aceino

Governador André Puccinelli acompanhado do deputado estadual Paulo Correa, debate sucessão eleitoral de Sidrolândia com prefeito Daltro Fiuza e Acelino Cristaldo

Além de estimular as chapas de candidatos a vereador e o conjunto da militância diretamente engajada na campanha majoritária, o resultado da pesquisa IPEMS/Correio do Estado divulgado no sábado, em que Acelino Cristaldo, aparece tecnicamente empatado com o ex-prefeito Enelvo Felini tende a produzir outro desdobramento positivo para o candidato do PMDB: pode garantir o engajamento e a presença no seu palanque do governador André Puccinelli.

Por uma questão de gratidão a Enelvo, que em 2010 fez campanha para sua reeleição, André até agora se manteve fora da disputa, numa quase neutralidade. Antes disso, retribuiu o ex-prefeito com uma assessoria na Casa Civil que garantiu a Enelvo um salário de aproximadamente R$ 10 mil sem necessidade de se deslocar até Campo Grande para dar expediente.

Puccinelli gravou um depoimento protocolar de apoio a Acelino e até agora não tinha incluído na sua agenda vir a cidade participar diretamente da campanha. O cenário mudou radicalmente. A candidatura de Acelino, vista inicialmente com ceticismo até entre os próprios aliados, ganhou musculatura, agregou os partidos aliados e agora, considerando as últimas pesquisas, extremamente competitiva.

Outro fator que aplaina a entrada do governador na campanha é a disputa eleitoral em Campo Grande, onde o PSDB, rompendo uma aliança de 20 anos com o PMDB, comprometeu o projeto de André eleger prefeito ainda no primeiro turno, o deputado Edson Giroto. Os tucanos passaram perderam para o PT, o posto de alvo preferencial de Puccinelli, como adversário a ser batido nas urnas.