Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Política

"Dei sorte", diz Tiririca sobre aumento de salário dos parlamentares

Tiririca não quis dar opinião sobre o fato de a Câmara ter rejeitado, ontem, o projeto que legalizava os bingos

Conjuntura Online

15 de Dezembro de 2010 - 16:06

Francisco Everaldo Oliveira Silva, o palhaço Tiririca, fez nesta quarta-feira sua primeira visita à Câmara. O deputado federal mais votado do país chegou no mesmo momento em que o plenário analisava projeto de reajuste salarial para o Legislativo e o Executivo. 


Questionado sobre o assunto, ele disse: "Acho bacana, acho legal. Dei sorte. Tomara que aprove, acho que é justo".

Os vencimentos devem ser elevados  para R$ 26,7 mil.

Tirirca falou ainda que "com certeza já aprendeu o que faz um deputado", mas que "ainda iria aprender muito mais". Disse que sua prioridade na Câmara será a educação.

O deputado eleito falou também que não iria abandonar a personagem do palhaço Tiririca. "Vou conciliar as duas vidas. [Mas não vou usar fantasia] porque aqui é coisa séria."

O novo deputado afirmou que não está sentindo preconceito de seus colegas e que o político que ele mais admira é o presidente Lula. Eleito pelo PR, de São Paulo, ele seguiu direto para a liderança do partido. Foi assediado e seguido por jornalistas durante todo o caminho.

Ao perguntarem se ele estava espantado com tanto assédio, disse que já tinha acontecido o mesmo na época da música "Florentina".

Tiririca não quis dar opinião sobre o fato de a Câmara ter rejeitado, ontem, o projeto que legalizava os bingos.