Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 1 de Dezembro de 2020

Política

Deputado petista é multado em R$ 21 mil por propaganda eleitoral antecipada em MS

Apesar da condenação “para fins de impor a cada Representado”, apenas o deputado terá de pagar a multa.

Midiamax

19 de Fevereiro de 2014 - 10:25

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o recurso do deputado estadual Cabo Almi (PT) e o condenou a uma multa de R$ 21.282 por propaganda antecipada, em 2009, ano que antecedeu a campanha eleitoral para qual o petista foi eleito.

Conforme a decisão do TSE, também foram condenados a Associação Beneficente dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do Estado de Mato Grosso do Sul (ABSSPMMS), Grêmio 8 de Abril, Associação de Moradores do Jardim Colibri I, Associação de Moradores do Jardim das Perdizes, Associação dos Moradores do Jardim Macapá, Associação dos Moradores do Jardim Colúmbia e Associação de Moradores do Jardim Itamaracá.

Apesar da condenação “para fins de impor a cada Representado”, apenas o deputado terá de pagar a multa. A decisão publicada no Diário Oficial da Justiça Eleitoral foi da ministra Laurita Vez, no dia 12 de fevereiro deste ano, quase no fim do mandato do deputado.