Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 30 de Outubro de 2020

Política

Deputados aprovam projeto que prevê assistência a policiais vítimas de acidentes

Durante a sessão de hoje vários representantes da policia civil e militar estiveram na Assembleia para pedir a “cooperação” e apoio dos deputados

Campo Grande News

18 de Fevereiro de 2014 - 16:36

Os deputados aprovaram hoje (18), em segunda votação, o projeto que prevê assistência médica completa a policiais civis e militares, além de bombeiros que forem vítimas de acidentes durante o trabalho.

Por se tratar de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) o texto não precisa passar pelo “crivo” do executivo e já irá direto para publicação. “Existem muitos acidentes no trabalho e depois o servidor acaba tendo custos que não pode pagar, assim como próteses e até cirurgias”, afirmou o autor da proposta, o deputado Pedro Kemp (PT).

De acordo com ele, apesar do servidor dispor da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul), ela não cobre todas as despesas médicas. “Em uma questão de cirurgia, o servidor precisa arcar com até 30% deste valor, sem contar outras situações, agora terá a cobertura integral”, apontou ele.

O petista lembrou-se de um policial de Amambai que não teve condições de pagar a cirurgia e precisou contar com a “contribuição” dos colegas para continuar o tratamento. “Esta situação não vai mais ocorrer, foi uma conquista para classe”.

Movimentação – Durante a sessão de hoje vários representantes da policia civil e militar estiveram na Assembleia para pedir a “cooperação” e apoio dos deputados. O presidente da Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais de Civis de Mato Grosso do Sul), Alexandre Barbosa, comemorou o resultado da votação.

“Em muitos casos os policiais não tinham recursos para pagar o tratamento e estavam em situação adversa por trabalhar pelo Estado, estar em confronto com bandidos, este projeto vai nos dar a devida assistência”, ressaltou ele.

Ele também ressaltou que além desta reivindicação que foi atendida, também tem outras pautas que os policiais vão pedir o apoio dos deputados e do governo estadual. “Iremos solicitar que melhore nossas condições de trabalho, acredito que com o diálogo possamos avançar em vários quesitos”.