Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 20 de Junho de 2024

Política

Direção nacional valida encontro, tira PT do palanque de Enelvo e determina aliança com o PMDB

Esta nova decisão da cúpula petista anula na prática a convenção de domingo, promovida por integrantes do diretório município que decidiu pela aliança com o PSDB.

Flávio Paes/Região News

27 de Junho de 2012 - 22:44

A Comissão Executiva Nacional do PT acatou recurso do vereador Jean Nazareth e validou o resultado do Encontro Municipal realizado no último sábado que aprovou por 118 votos a 1, a proposta de coligação com o PMDB, que ofereceu a vice na chapa encabeçada pelo empresário Acelino Cristaldo.

Esta nova decisão da cúpula petista anula na prática a convenção de domingo, promovida por integrantes do diretório município que decidiu pela aliança com o PSDB. Caberá agora ao diretório municipal escolher o candidato a vice-prefeito e a chapa de vereadores. Também foi assegurado o direito de Jean disputar a reeleição, direito que a convenção do domingo havia lhe cassado.

Esta é terceira deliberação da cúpula petista em menos de 15 dias que repercute diretamente no processo sucessório em Sidrolândia. A primeira, divulgada a partir do recurso do vereador Jean Nazareth, ratificou a recomendação que proíbe alianças do PT com o PSDB, Democratas e PPS, partidos que fazem oposição ao Governo Dilma Roussef no Congresso Nacional.

No mesmo documento, foi determinada a realização de um encontro municipal no sábado dia 23, em que os filiados seriam convocados para decidir os rumos do partido. A executiva estadual acatou e recomendou na quarta-feira, mas surpreendente, dois dias depois, perto das 23 horas de sexta-feira, o cancelou, mantendo a convenção do domingo convocado pelo grupo petista pró-tucanos.

Resultado, o partido começou a semana com duas deliberações divergentes sobre sua participação na eleição. Na segunda-feira a direção nacional voltou a se manifestar, desta vez liberando alianças com os três partidos de posição, mas deixou uma brecha: os casos em que já houvesse recurso à nacional (caso de Sidrolândia) a definição seria exclusiva da Executiva Nacional, que resolveu validar a deliberação tomada de forma democrática pelos filiados que votaram no encontro municipal realizado no sábado.