Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Outubro de 2021

Política

Eleitor já tem 3 opções confirmadas para prefeitura de Dourados

Com o fechamento dos maiores partidos em torno da candidatura do DEM, dois partidos considerados "nanicos" resolveram entrar na briga eleitoral.

Midiamax

27 de Dezembro de 2010 - 10:09

Eleitor  já tem 3 opções confirmadas para  prefeitura de  Dourados
Murilo (DEM), Jos - Nicanor Coelho

Os eleitores de Dourados já têm, pelo menos até a oficialização das convenções partidárias, três opções para substituir o prefeito Ari Artuzi, que renunciou após parar na cadeia envolvido em um esquema de corrupção. Com o fechamento dos maiores partidos em torno da candidatura do DEM, dois partidos considerados "nanicos" resolveram entrar na briga eleitoral.

Um quarto nome, do petista Elias Ishi, pode ser referendado no próximo dia 30. A executiva nacional do PT já sinalizou que a candidatura própria é preferível, mas lideranças regionais estão trabalhando para compor com o bloco de coalizão em torno de Murilo Zauith (DEM).

O PMN (Partido da Mobilização Nacional) a exemplo do DEM e do PSOL também optou em lançar candidatura própria a prefeito de Dourados para concorrer na eleição fora de época marcada para seis de fevereiro.

O escolhido do PMN é o professor Genival Antonio Valeretto de 47 anos de idade que prefere ser chamado apenas de Valeretto.

A decisão de candidatura própria será referendada na manhã desta segunda-feira durante a convenção municipal do partido que acontece na sala de reuniões do Hotel Ellus no centro da cidade.

Valeretto nasceu em São Paulo é casado e atua a aproximadamente dez anos no Ensino Profissionalizante. É microempresário e professor com formação nas áreas de matemática, mecânica e eletrônica.

O candidato do PMN também já foi sindicalista e dirigente da ASPADEV (Associação dos Deficientes Visuais da Grande Dourados). “Considero-me um douradense de alma”, disse Valeretto que comanda o PMN douradense que tem em sua direção executiva praticamente apenas membros de sua família.

Valeretto disse que pretende fazer bonito na campanha eleitoral. Segundo o candidato as despesas de campanha serão bancadas pela direção nacional do partido, mas ainda não sabe quanto será gasto com a produção dos programas de rádio e televisão, com serviços gráficos e demais despesas operacionais da campanha.

Até o momento Valeretto terá como adversários na eleição o vice-governador Murilo Zauith, candidato do DEM e o micro-empresário José Araújo do PSOL. Ainda existe a possibilidade do lançamento de um quarto candidato que seria do Partido dos Trabalhadores.