Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Junho de 2024

Política

Enelvo projeta chapa com vice tucano e desqualifica Marquetti

Em todos os levantamentos o ex-secretário nunca ultrapassou a barreira dos 3%.

Flavio Paes/Região News

11 de Junho de 2012 - 10:23

Embora tenha prometido ao PT indicar o professor Marcio Marquetti como seu candidato a vice, o ex-prefeito Enelvo Felini não reconhece no ex-secretário de Assistência Social densidade eleitoral para compor a chapa. Marquetti só conquistaria o posto que lhe abriria perspectiva de um salário de R$ 13 mil por 4 anos, em caso de vitória de Enelvo, se atingisse pelo menos 10% das intenções de voto nas sondagens pré-eleitorais.

Em todos os levantamentos o ex-secretário nunca ultrapassou a barreira dos 3%. Enelvo é rompido politicamente com o presidente da Câmara, Jean Nazareth, o petista com melhor desempenho nas pesquisas.

Numa gravação que circula em uma das redes sociais na internet, o youtube, Enelvo não só desqualifica politicamente o ex-secretário, como deixa nas entrelinhas que o PT, se vier de fato se coligar com o PSDB, não terá o mesmo protagonismo político conquistado durante o período em que esteve na base política do prefeito Daltro Fiúza.

No atual governo do PMDB, o PT manteve duas secretarias com porteira fechada e liberdade para fazer campanha para os candidatos petistas na eleição de 2010. Na realidade, o ex-prefeito não tem como pratica política comandar governos de coalizão. Uma das marcas registradas do seu estilo administrativo é exatamente a centralização, com autonomia quase nula dos secretários.