Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Política

Ex-superintendente do Incra fala de ofício expedido por Enelvo Felini

Enelvo acusa Zeca de não querer o bem dos assentados, razão pela qual, incentiva a abertura de assentamentos de forma desordenada.

Marcos Tomé/Região News

30 de Agosto de 2012 - 13:00

Luiz Carlos Bonelli, ex-superintendente do Incra na época em que José Orcírio Mirando dos Santo (Zeca do PT) ocupou o cargo de Governador do Estado, afirmou durante encontro com o candidato a prefeito do PSDB em Sidrolândia, Enelvo Felini, que realmente foi notificado na época pelo então prefeito do município para que não fosse instalados novos assentamentos na cidade.

Em apoio à candidatura do tucano, Bonelli declarou que apesar da solicitação por escrito do ex-prefeito, sua administração foi grande parceira da agricultura familiar por entender que novos assentamentos na época, dificultaria dota-los de infraestrutura necessária para atender a demanda dos pequenos produtores.

As afirmações do ex-superintendente confrontam as declarações de Zeca do PT que fez uma bateria de reuniões no interior, focando a necessidade de se implantar programas de fortalecimento da agricultura, além de taxar Felini como desfavorável aos projetos de reforma agraria e inclusão social através da pequena agricultura familiar.

Enelvo acusa Zeca de não querer o bem dos assentados, razão pela qual, incentiva a abertura de assentamentos de forma desordenada, sem as mínimas condições de produção e qualidade de vida. “O Enelvo é diferente de Zeca, não quero ver as famílias sofrendo em barracos de lona sem as mínimas condições de progredir”, afirma.

Bonelli se despediu da reunião firmando que apoia a candidatura de Enelvo em respeito a decisão da grande maioria do PT no município, que segundo ele, decidiu caminhar com o tucano. (Com informações da assessoria).