Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 23 de Junho de 2024

Política

Executiva estadual do PT volta atrás de decisão, ignora nacional e mantem convenção

Marcos Tomé/Região News

23 de Junho de 2012 - 01:44

O impasse entre as alas petistas pode levar o Partido dos Trabalhadores de Sidrolândia a um caminho sem volta, a do descredito político, da manipulação, onde os interesses pessoais se mostram acima das bandeiras ideológicas partidárias. Este cenário é o retrato de uma gestão fragilidade, sem atitude, onde quem comanda defende aquilo que o convém, tirando o direito do filiado, que ao longo dos anos construíram um partido com a cara do País, de exercer sua força através da livre escolha.

Este é o sentimento dos quase 800 filiados do PT no município que concentra 1% dos assentamentos de todo país. A Executiva estadual, por imposição da Câmara de recursos da nacional, havia marcado para hoje, sábado, um encontro para deliberação dos rumos que a sigla iria tomar visando às eleições de outubro deste ano.

Num primeiro momento o presidente regional do PT, Marcus Garcia, chegou a emitir nota oficial convocando os filiados para o encontro de hoje, porém, após longa reunião com dirigentes do Diretório Municipal do partido em Campo Grande, resolveu voltar atrás de sua decisão, ignorando a orientação nacional e manteve para o domingo a convenção do partido, dando poderes aos membros do Diretório decidir o futuro do partido.

A nota não explica se o partido estaria livre para manter coligação com o PSDB, o que é proibido pela nacional, más, a convenção esta mantida para o domingo, mesmo dia da convenção dos tucanos. Indignados com a decisão, membros do Diretório que defendem a participação do filiado no processo, afirmam que farão o ato conforme orientação da nacional, ou seja, manterão o encontro e convocam todos os filiados aptos a votarem, para participar das deliberações a partir das 13 horas de hoje na Câmara Municipal.

Diante do impasse, da jogatina do poder, tudo é possível e imprevisível. Nossa reportagem tentou entrar em contato com o presidente do partido em Sidrolândia, Gilmar Antunes, porém, o mesmo não foi encontrado.