Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 7 de Dezembro de 2021

Política

Felipe Orro quer criar frente parlamentar para “desonerar” medicamentos

No Brasil a carga tributária chega a 33,9% no preço dos medicamentos, é a maior tributação do mundo. Tem gente morrendo porque não tem dinheiro para comprar remédio”, destacou ele.

Campo Grande News

08 de Outubro de 2013 - 08:07

O deputado estadual Felipe Orro (PDT) defende a criação de uma frente parlamentar na Assembleia para requisitar a desoneração de impostos dos medicamentos. A intenção é criar formas de reduzir os impostos para que facilite a compra e comercialização dos remédios.

De acordo com o deputado, vários países como os Estados Unidos, Canadá e Reino Unido já desoneraram todos os tributos em relação aos remédios. Em outros, como Suíça, Espanha, Itália, Holanda e Bélgica os impostos incidentes chegam no máximo a 10%.

“No Brasil a carga tributária chega a 33,9% no preço dos medicamentos, é a maior tributação do mundo. Tem gente morrendo porque não tem dinheiro para comprar remédio”, destacou ele.

Orro apontou que a média mundial é de apenas 6,3% de impostos. “Nós precisamos zerar os custos dos impostos sobre os medicamentos”, completou. A Câmara dos Deputados já implantou sua frente parlamentar com este objetivo. “Temos que contribuir, pois não é só ter médicos, precisa ter remédios”, ponderou ele.