Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 25 de Julho de 2024

Política

Juiz Eleitoral manda prender edição de jornal por veicular matéria de cunho eleitoral

Francisco Ortega, diretor do Plantão MS é também o Presidente Municipal do PMN, partido coligado na base de alianças do ex-prefeito Enelvo Felini do PSDB.

Marcos Tomé/Região News

12 de Setembro de 2012 - 08:24

O juiz da 31ª Zona Eleitora de Sidrolândia, Dr. Marcelo Ivo de Oliveira, determinou a busca e apreensão de todo material jornalístico do jornal impresso Plantão MS, sediado na Rua São Paulo, 1231. Policiais a serviço da Justiça Eleitoral fizeram uma varredura no prédio da empresa em busca da edição de número 052 do noticioso, publicado nesta terça-feira (11/09).

O jornalista Francisco Ortega, responsável pela linha editorial do jornal, destacou na página 06 uma matéria de cunho político eleitoreira com intuito de macular a campanha eleitoral da coligação “Mais Trabalho por Sidrolândia”, encabeçada pelo empresário Acelino Cristaldo do PMDB, tendo como vice o atual presidente da Câmara, vereador Jean Nazareth (PT).

A matéria tratou de uma investigação do Ministério Público no Poder Legislativo que apura casos de contratações de funcionários desde 2008. O Juiz Eleitoral entendeu que o veículo extrapolou a liberdade de imprensa ao distorcer os fatos e se antecipar a decisão do Poder Judiciário. A matéria afirma que o atual presidente da Câmara teria sido condenado por improbidade administrativa, o que é mentira, dando nítidas evidencias de que o objetivo com tal afirmação é a de desestabiliza-lo eleitoralmente.

Jean Nazareth alegou a reportagem do regiaonews que vai a justiça requer direito de resposta, além de acionar os responsáveis que respondam judicialmente pelas informações distorcidas que foram veiculadas. “A matéria cumpre um papel, a de tentar formar opinião negativa a meu respeito, deixando de lado a responsabilidade jornalística, que é a de informar seus leitores de forma correta, sadia e sem vínculo, de forma imparcial”, comenta.

Francisco Ortega, diretor do Plantão MS é também o Presidente Municipal do PMN, partido coligado na base de alianças do ex-prefeito Enelvo Felini do PSDB. Até pouco tempo, a empresa jornalística prestava serviços para a Prefeitura Municipal de Sidrolândia. Por razões políticas, Francisco levou seu partido para o ninho tucano e desde então, tem adotado uma postura jornalística radical.