Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 24 de Junho de 2024

Política

Júlio Cesar aposta em geração de emprego para desenvolver Paranhos

Formando em Zoologia e Ciência, o candidato a prefeito de Paranhos tem apoio de várias lideranças políticas do PDT e de outros partidos

A Critica

29 de Agosto de 2012 - 14:31

criticaEm visita a sede do Jornal “A Critica”, em Campo Grande, na tarde desta terça-feira (28), o vereador e candidato à prefeito de Paranhos, Júlio César de Souza (PDT), disse que quer mudança e investirá em geração de emprego, educação e turismo na zona urbana, assentamentos e aldeias daquele município. Tem como companheiro de chapa, na condição de candidato à vice-prefeito, o também vereador Donizete Aparecido Viaro (PMDB).

Distante 477 km de Campo Grande, Paranhos é governado há 16 anos pelo mesmo grupo político, como explica Julio César, que trabalha por renovação, seguindo a idéia do slogan de sua campanha: “Renovação e Compromisso”. Vereador por dois mandatos, ele foi reeleito em 2008 como o segundo mais votado. Agora em 2012 quer mais para o município.

“Nossas metas e planos de governo foram definidos com a população, que além de participar das reuniões teve voz ativa na definição das prioridades. Vamos incentivar as micro e pequenas empresas para fomentar a geração de emprego, vamos reabrir a fecularia, capacitar jovens e adultos para que todos tenham oportunidade de trabalho”, afirmou Julio.

Formando em Zoologia e Ciência, o candidato a prefeito de Paranhos tem apoio de várias lideranças políticas do PDT e de outros partidos, como PMDB, PT, PRD, PR, PTDB e PRP. Entre os objetivos para governar a cidade, Júlio vai implantar a feira do produtor com a construção do barracão e vai incentivar a agricultura familiar, além de fortalecer a cultura indígena.

“Nossa meta é atender a população tanto no centro quanto na área rural, construindo mais escolas, com valorização do servidor, melhorando a área de lazer e promovendo atividades esportivas e culturais para a qualidade de vida da comunidade”, relatou.