Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 27 de Janeiro de 2022

Política

Juventude sidrolandense rumo a Brasília para festa de convenção do PSDB

Dá Redação

25 de Maio de 2011 - 07:53

Juventude sidrolandense rumo a Brasília para festa de convenção do PSDB
Juventude sidrolandense rumo a Bras - Foto: Marcos Tom

Ocorrerá no dia 28 de maio de 2011, em Brasília, a Convenção Nacional da JPSDB, será uma grande festa onde estarão reunidos milhares de jovens de varias estados do brasil.

Este processo democrático tem as suas contradições, porque as disputas de posições vêm à tona; mas o que pode ser melhor do que recorrer ao voto e à apresentação de propostas para dirimir as diferenças e investir na unidade? Esconder divergências esmagá-las pela força de grupos não contribui para o avanço da democracia. Pelo contrário: reforça ideias autoritárias e dogmáticas que não são a essência da socialdemocracia.

Sidrolândia será representando pelos jovens, Hélio Martins e Lucinei Duarte, mostrando que o JPSDB de Sidrolândia esta se reestruturando renovando, filiando novos jovens, pronto para trabalhar, com metas e objetivos em prol de proporcionar a população sidrolandense uma nova era no JPSDB.

A JPSDB sai na frente mostrando ao partido que tem quadros e militância. Dessa convenção certamente sairá um novo Secretariado Nacional que servirá de exemplo para os membros mais antigos no partido, com ações criativas e inovadores, conferindo novos ares às fileiras tucanas.

Para ser eleita, a chapa inscrita deve atingir a maioria dos votos de 541 delegados (ou seja, 271 militantes das 25 Unidades da Federação onde a JPSDB está constituída). Para se inscrever, os militantes devem compor uma Executiva formada por 15 membros de pelo menos quatro regiões do Brasil.

A Comissão Nacional de Eleição, Credenciamento e Organização da XII Convenção e Congresso do Secretariado Nacional da Juventude do PSDB, formada por sete membros, deverá divulgar nos próximos dias mais detalhes do encontro.

Até o momento, 24 Estados declararam apoio a nomes da JPSDB e São Paulo ainda não se manifestou aguardando sua eleição estadual.

Juventude e Mulheres se reúnem no mesmo dia

Em Brasília-DF (Centro de Eventos Brasil 21, ao lado da Torre de TV), delegados de todo o Brasil estarão presentes para eleger a nova direção do PSDB Nacional.

As mulheres estarão reunidas para também escolherem as novas companheiras que dirigirão o PSDB-Mulher no próximo biênio. No  mesmo local, será entregue a Medalha Ruth Cardoso para as mulheres que se destacaram em diferentes áreas.

CONHEÇA UM POUCO DA HISTORIA DO JPSDB

No PSDB, a Juventude Tucana surgiu junto com a fundação do Partido da Social Democracia Brasileira, em 25 de junho de 1988, porque muitos jovens que militavam no PMDB, em outros partidos, em organizações não governamentais (ONGs), nas agremiações estudantis, acreditaram desde o início na proposta de formação de um Partido Social Democratas no Brasil. O movimento cresce com a memorável campanha de Mário Covas para Presidente do Brasil, em 1989.

Em 1989, no I Congresso Nacional da Juventude do PSDB, iniciou-se um processo de interiorização e de organização nacional. Cláudio Sena, da JPSDB de São Paulo, foi eleito como primeiro Coordenador Geral.

No II Congresso, em 20 de maio de 1990, aprovou-se o Estatuto da Juventude Nacional do PSDB, sendo reeleito Cláudio Sena.

No III Congresso da JPSDB, em 1991, Paulo Sena, SP, foi eleito. Decidiu-se pela oposição ao Governo Collor de Mello e o início da campanha pelo Parlamentarismo.

No IV Congresso, em 1992, a juventude tucana aderiu à campanha pelo “impeachment” do Presidente Collor. Foi eleito Egídio Guerra, JPSDB-CE, que, em 1993, foi destituído pelo Conselho nacional de Políticas da Juventude, “por ausência sistemática na direção da entidade”. Assumiu provisoriamente a Vice Coordenadora, Vanessa Robassini, JPSDB-DF.

No V Congresso, em 1994, decidiu-se apoiar a candidatura de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República e repudiar a forma de condução e a resultante coligação entre PSDB-PFL. Foi eleito Sandro Resende, JPSDB-GO, como Coordenador Geral.

A JPSDB participou ativamente da Campanha Presidencial e, em encontro com o Presidente Fernando Henrique Cardoso, encaminhou manifesto favorável à criação do Conselho Nacional de Políticas Públicas para a Juventude e reafirmou o seu apoio às reformas que estavam sendo executadas pelo Governo Federal.

Em fevereiro de 1995 ocorreu, em Brasília, o I Congresso Extraordinário Nacional da Juventude do PSDB, quando foi reformulado o seu Estatuto.

Na Convenção Nacional do Partido, para Reforma Estatutária, ocorrida no dia 8 de março de 1996, em Brasília-DF, a JPSDB foi oficializada como Secretaria Nacional, devendo se desdobrar em organismos estaduais e municipais. O novo Estatuto do PSDB prevê a filiação e a participação em atividades partidárias de jovens em idade inferior a do alistamento militar, dá ao Diretório Nacional do Partido a tarefa de dispor sobre a organização e o funcionamento da JPSDB.

No VI Congresso foi reeleito Sandro Resende. Posteriormente, no VII Congresso, Eduardo Saron, JPSDB-SP, assumiu a direção da entidade. Em sua gestão foi criado o Laboratório de Aprendizagem Política - LAP, projeto revolucionário de nossa formação de militância política.

No VIII Congresso Nacional da JPSDB, foi eleito o jovem Adolpho Konder, da JPSDB-RJ.

No IX Congresso, foi eleito Bruno Galan, da JPSDB-TO, que se licenciou para organizar as candidaturas de todos os prefeitos e vereadores do estado de Tocantins, assumindo uma Comissão Provisória formada por 03 membros, Rodrigo Delmasso (JPSDB-DF), Bernardo Soares (JPSDB-DF) e Alexandre Andrade (JPSDB-SP).

Em maio de 2005, assume uma nova Comissão Provisória, integrada por nove representantes: Alexandre Andrade (JPSDB- MG), André Achutti (JPSDB-SC) , Bruno Covas (JPSDB-SP), Carla Araújo (JPSDB- PA), Edmar Neto (JPSDB-MS), Kamyla Castro (JPSDB-CE) (titulares); e Leandro Monteiro (JPSDB SP), Leonardo Felipe (JPSDB GO) e Rodrigo Delmasso (JPSDB DF) (suplentes).

No X Congresso, ASSUME a jovem Kamyla Castro da JPSDB-CE, como 1ª mulher a assumir a Presidência Nacional da Juventude Tucana, tendo como seu Vice-Presidente Fernando Guimarães (JPSDB-SP) e Roberto Tross (JPSDB-MG) como representante da Juventude na Executiva Nacional do partido. Dando continuidade aos trabalhos e em reconhecimento a grande importância da formação de novos líderes, inicia-se em 2007 a III etapa do LAP, no frequente desafio de sensibilizar o jovem para a importância de uma atuação política direta, comprometida com a ética, a realidade, a competência e a honestidade que marcam a história do PSDB.

Conta hoje com um diretor na UNE.