Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 14 de Junho de 2024

Política

Nove partidos se reúnem para discutir sucessão de Daltro Fiuza

O encontro foi provocado após reunião do prefeito Daltro Fiuza com o ex-governador Zeca do PT em Campo Grande na última quarta-feira.

Marcos Tomé/Região News

08 de Junho de 2012 - 08:45

Ao menos nove partidos se reuniram na noite desta quinta-feira para discutir o processo sucessório de Daltro Fiuza, avaliar a atual conjuntura politica e traçar estratégia para disputar a eleição municipal. PT, PDT, PSC, PSB, PTdoB, PR, PP, PSD e PMDB debateram por cerca de 2 horas o melhor caminho a ser seguido.

O encontro foi provocado após reunião do prefeito Daltro Fiuza com o ex-governador Zeca do PT em Campo Grande na última quarta-feira. Participaram ainda desta reunião o presidente do Diretório Municipal do PDT, o advogado Gerson Claro e o presidente da Câmara, vereador Jean Nazareth.

Em principio, a reunião teria o efeito de avaliar o posicionamento do PMDB que avalizou a pré-candidatura do empresário Acelino Cristaldo, discutir de forma democrática o momento politico e encontrar alternativas. Jean Nazareth defendeu uma candidatura petista e levou para reunião o deputado estadual Cabo Almi.

Sua bandeira foi defendida e apoiada por Gerson Claro que declarou ser simpático a uma candidatura do PT em Sidrolândia. Gerson afirma que atualmente o PT é o partido que reúne as melhores condições de disputar a eleição pela densidade eleitoral que demonstrou ter nas eleições de 2010.

PR, PSC, PTdoB e PSD se manifestaram em favor da pré-candidatura de Acelino Cristaldo. Eles alegam que o nome do empresário vem sendo trabalhado há certo tempo, que é irreversível o posicionamento dos apoios já declarados. David Olindo chegou a afrontar o vereador Jean afirmando que o mesmo não tinha o aval do PT para discutir uma aliança de candidatura própria com os outros partidos.

O clima esquentou quando o atual vice-prefeito Ilson Barbosa, pré-candidato do PSB, tentou defender sua metodologia partidária e as razões pelas quais estava, em sua avaliação, melhorar preparado para disputar o pleito. Durante sua explanação, Ilsinho foi interrompido por David Olindo que alfinetou; - “Em 2008 um voz falou comigo, dizendo que eu deveria ser candidato, resultado, até hoje, estou tentando pagar minhas contas e ouça um monte de vozes atrás de mim me cobrando”, ironiza.

Ofendido Ilsinho parte para o ataque; - “Exijo respeito, eu sou Ilson Barbosa e não aceitou piadinhas com minha pessoa”. David rebate dizendo -“E eu sou David Moura de Olindo”. Desentendimentos a parte, no fim, a empresária Maria Gilca do PP, dona do Auto Posto Pé de Cedro, deu uma aula de como a politica deve ser tratada e aplicada.

Ela chamou atenção de todos e com muita serenidade afirmou que a única razão que a alimenta na politica, dar-se ao fato das ações em prol do bem comum. “Não faço politica por interesses ou discutindo espaços no setor A ou B da administração pública. Penso que fazer politica com seriedade é olhar para as pessoas que necessitam de uma saúde de qualidade, de uma educação que funcione, de projetos que visam melhorar a qualidade de vidas das pessoas”, comenta.

Dona Gilca discursou em defesa de um projeto audacioso para alavancar o desenvolvimento de Sidrolândia, só se esqueceu de que a referida reunião tratava de interesses políticos e partidários visando às eleições de outubro. Aplaudida por todos, talvez sua fala tenha sido o único fator positivo da reunião.

Por fim, Acelino defendeu uma política socioeconômica forte, com consistência e condições de transformar o município num polo de desenvolvimento. Agradeceu o momento que a vida tem lhe proporcionado e afirmou não decepcionar aqueles que estão acreditando no projeto de renovação.  O empresário está confiante de seu posicionamento politico.

Ele acredita que é possível construir junto junto com os partidos um grande arco de aliança com condições de desbancar o adversário que é lider nas pesquisas. “É possível vencermos as eleições e juntos governamos com responsabilidade, seriedade, com comprometimento com a coisa pública”, finaliza.