Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Novembro de 2021

Política

Oposição e vereadores rebeldes controlam comissões permanentes da Câmara

Marcos Roberto, manifestou por escrito desinteresse em participar das comissões.

Flávio Paes/Região News

08 de Agosto de 2013 - 10:18

Num indicio de que a base aliada do prefeito Ari Basso (PSDB) passa por um período de turbulência, mesmo em minoria teoricamente, a oposição com seis dos 13 membros da Câmara de Sidrolândia, vai controlar a maioria das comissões permanentes que a partir da entrada em vigor do novo regimento interno passaram de duas para seis. 

Este desequilíbrio aconteceu porque um dos vereadores tucanos, Marcos Roberto, manifestou por escrito desinteresse em participar das comissões e dois integrantes da Mesa Diretora (o presidente Ilson Peres e o 1º secretário Cledinaldo) não participam das comissões. A presidência da comissão mais importante (a de Legalidade e Cidadania, CGAL), por exemplo, ficou com David Olindo (PR) que na campanha foi um dos mais ácidos críticos do PSDB no palanque do candidato do PMDB, Acelino Cristaldo. 

O relator é o petista Edvaldo dos Santos, que nos bastidores vem manifestando descontentamento com  a pouca influência do partido na administração municipal, controlada pelo ex-prefeito Enelvo Felini, que tirou do PT, influência sobre a Secretaria de Desenvolvimento Rural, hoje na órbita de ingerência de Enelvo por meio do secretário Cezar Queiroz.

O secretário é o tucano Mauricio Anache, que tem atuado de forma independente, não poupando o Governo de críticas nas suas intervenções na tribuna. Na Comissão de Orçamento há predomínio dos aliados, com Sérgio Bolzan (PT) na presidência (aliado) e Vilma Felini, como membro, enquanto a oposição é representada pelo relator  Edno Ribas, e o secretário  Nélio Paim.

A Comissão de Saúde de Direitos Sociais  não tem nenhum membro titular alinhado com o prefeito. O presidente é o vereador Mauricio Anache, o relatoria ficou Nelinho Paim, o secretário Jurandir Cândido, enquanto que Waldemar Acosta atuará como membro, ficando Vilma como suplente.

Na Comissão de Educação, Cultura e Lazer, os aliados do prefeito, estão apresentados apenas pela presidente, Vilma Felini.  São da oposição o relator, Waldemar Acosta (PDT); a secretária, Rosangela Rodrigues dos Santos (PMDB) e David Olindo, como membro. O suplente é Vadinho. A presidência da Comissão de Projetos Convênios e Projetos, ficou com a oposição, representado pelo pedetista Edno Ribas.

COMISSÕES

Comissão da Legalidade e Cidadania (CLC) antiga CGAL

Comissão de Orçamento, Finanças (COF)

Comissão de Saúde e Direitos Sociais (CSDS)

Comissão de Educação, Esporte e Lazer (CEC)

Comissão de Projetos e Convênios (CPC)

Comissão de Desenvolvimento Rural, Industrial, Comercial, Agricultura Familiar (CDS)

Presidente

Davi Olindo

Sergio Bolzan

Mauricio Anache

Vilma Felini

Edno Ribas

Vadinho do PT

Relator

Vadinho do PT

Edno Ribas

Nelinho Paim

Waldemar

Nelinho Paim

Waldemar Acosta

Secretário

Mauricio Anache

Nelinho Paim

Jurandir Cândido

Rosangela

Sergio Bolzan

Rosangela Rodrigues

Membro

Edno Ribas

Vilma Felini

Waldemar Acosta

Davi

Mauricio Anache

Jurandir Cândido

Suplente

Rosangela Rodrigues

Jurandir Candido

Vilma Felini

Vadinho

Davi Olindo

Sergio Bolzan

COMISSÕES ESPECIAIS

POLICOM

DOACÃO DE IMÓVEIS

Presidente

Waldemar Acosta

Davi Olindo

Secretário

Nelinho Paim

Mauricio Anache

Relator

Mauricio Anache

Edno Ribas

Membro

Edno Ribas

Vadinho do PT

Suplente

Sergio Bolzan

Nelinho Paim