Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 24 de Outubro de 2020

Política

Osmar deve ser indicado para a vaga de José Ancelmo no Tribunal de Contas

Para este ano, conforme Jerson Domingos, só estão previstas duas vacâncias no Tribunal de Contas decorrentes de aposentadorias compulsórias

Campo Grande News

27 de Janeiro de 2014 - 16:39

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Jerson Domingos (PMDB), informou nesta tarde que a vaga do conselheiro José Ancelmo, que se aposentou hoje, deve ser ocupada pelo atual chefe da Casa Civil, Osmar Jeronymo. “Eu não sou candidato. Meu candidato é o Osmar Jeronymo. Talvez se inscreva mais alguém, mas acredito que deverá ser o Osmar o novo conselheiro do Tribunal de Contas”, informou Jerson.

Segundo ele, a discussão em torno do nome do substituto de José Ancelmo no Tribunal de Contas deve ser o “assunto do momento” na volta dos trabalhos da Assembleia Legislativa, a partir da próxima terça-feira (3). “E aí nós vamos fazer com que transcorra normalmente para indicação”, disse o parlamentar, acreditando que já na semana que vêm receba do presidente do Tribunal de Contas, Cícero de Souza, o comunicado sobre a vacância de um membro naquela corte.

Aliás, será para a vaga de Cícero de Souza, decorrente de aposentadoria compulsória (70 anos) no final deste ano, que o deputado Jerson Domingos pretende se candidatar. “No final do ano devo me candidatar a essa vaga”, confessou o peemedebista. Cícero completará 70 anos no dia 2 de novembro de 2014.

Terceira vaga – Para este ano, conforme Jerson Domingos, só estão previstas duas vacâncias no Tribunal de Contas decorrentes de aposentadorias compulsórias, a de José Ancelmo, que foi efetivada hoje, e a de Cícero de Souza, a ser concedida em

Havia a especulação de que o conselheiro José Ricardo Cabral pudesse se aposentar voluntariamente, dado que já teria tempo de serviço suficiente para a aposentadoria integral, mas esta não foi confirmada. “José Ricardo tem tempo para aposentar, mas não pela compulsória. Não sei de nenhuma tratativa com José Ricardo para ele se aposentar. Isso é muito pessoal, é decisão dele”, disse Jerson Domingos.