Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 13 de Junho de 2024

Política

PMDB pede à Justiça Eleitoral exclusão do PT e do DEM da aliança de Enelvo

A Coligação Mais Trabalho por Sidrolândia requereu da Justiça Eleitoral que os dois partidos sejam excluídos da coligação Sidrolândia Para Todos

Flávio Paes/Região News

17 de Julho de 2012 - 15:50

Além da ameaça de ter seu candidato a prefeito fora da disputa eleitoral, caso a Justiça acate o pedido de impugnação apresentado pelo Ministério Público, por improbidade administrativa, o palanque do PSDB pode ser desfalcado do PT, que inicialmente lançou 20 candidatos a vereador e do Democratas, que tem seis candidatos ao Legislativo.

A Coligação Mais Trabalho por Sidrolândia requereu da Justiça Eleitoral que os dois partidos sejam excluídos da coligação Sidrolândia Para Todos, junto com o PSDB, PRB, PP, PMN, PSDC, PTC, PHS, PPS, PTB, PSL, prevalecendo a aliança com o PMDB.

O recurso para pôr fim ao duplo pedido de registro da coligação com o PT tem como base a decisão dos petistas, tomada no encontro municipal realizado no dia último dia 25 de junho, quando aprovaram o apoio à candidatura do empresário Acelino Cristaldo, com a indicação do vereador Jean Nazareth para ser o candidato a vice-prefeito.

Na disputa por vagas na Câmara Municipal o partido está coligado com o PDT e o PT do B. A convenção do dia 26, em que a coligação com o PSDB foi homologada, foi anulada pelo PT nacional que validou apenas a convenção do dia 30, que confirmou a decisão do encontro municipal.

Já em relação ao Democratas, que também está com pedidos de registro de alianças tanto com o PMDB, quanto com os tucanos, os pemedebistas, alegam que o diretório municipal do DEM aprovou em convenção no último dia 24, a coligação com o PMDB. Com isto, não teria validade a decisão do presidente do diretório regional, deputado Zé Teixeira, que dois dias depois, no dia 26 de junho, determinou a intervenção no diretório de Sidrolândia para obrigar o partido a se aliar com o PSDB.