Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 28 de Novembro de 2021

Política

Rio Brilhante recebe Encontro Regional já com candidato definido

Além de lançar uma comparação, o vídeo tem o intuito de fortalecer o partido e direcionar para os novos desafios.

Jackeline Oliveira

07 de Outubro de 2013 - 13:09

Reunidos em Rio Brilhante no último sábado (5), peemedebistas da região sul do estado participaram do quarto encontro regional do partido que contou os municípios de Caarapó, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Itaporã, Jatei, Juti, Laguna Carapã e Vicentina.

Diferente dos primeiros encontros que tinham como objetivo discutir se o partido deveria lançar candidatura própria para as próximas eleições, agora os encontros têm como prioridade discutir as eleições de 2014.

Durante o ato político foi passado aos filiados do partido um vídeo institucional com um comparativo entre os oito anos de governo do PT e o governo do PMDB, mostrando números e benfeitorias no estado, realizadas pelo governador André Puccinelli.

Além de lançar uma comparação, o vídeo tem o intuito de fortalecer o partido e direcionar para os novos desafios. As autoridades defenderam as ações do PMDB e ressaltaram a importância das lideranças políticas e dos diretórios de cada município, apresentando o ex prefeito de Campo Grande e atual Secretário de Estado de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios, Nelson Trad Filho, como candidato ao governo do estado nas eleições de 2014 pelo PMDB.

O presidente do partido, o deputado estadual Junior Mochi, lançando mão do conteúdo do vídeoaproveitou para lembrar que nunca na história do estado houve tanta pavimentação asfáltica. Fez também uma comparação no setor habitacional, onde em oito anos governado pelo PT, o estado adquiriu cerca de 26 mil casas, em sete anos com o PMDB no governo, já são mais de 70 mil residências.

 “Para nós do PMDB a eleição de 2014 é um plebiscito, vamos dizer sim ou não para o governo do PMDB em Mato Grosso do Sul. Cabe a nós peemedebistas tomarmos para nós a missão de levarmos os nomes de nossos representantes. Temos que assumir com coragem e determinação, não temos do que nos envergonhar, os números estão aí, compare o governo atual com o passado que quer voltar”, afirma o presidente.

 “Se voltássemos no tempo e em 2007 viéssemos falar de pavimentação de estradas estaduais, todos iriam dizer que estávamos mentindo, mas nem nós, nos nossos melhores sonhos poderíamos imaginar que dois mil quilômetros de novas rodovias estariam pavimentadas. Esse número é maior que a soma de toda pavimentação feita nos 35 anos de existência do estado de Mato Grosso do Sul”.

O presidente do partido lembrou ainda que desde janeiro de 2007 os servidores recebem seu salário no 1º dia útil de cada mês e que nunca mais teve que financiar seu 13º salário.

Para finalizar Mochi pede para que todos levantem a bandeira do partido e lutem juntos nas eleições do ano que vem. “Nós temos que lutar, pois nosso governo fez um ótimo trabalho e nosso candidato também fez um ótimo trabalho nos oito anos que administrou Campo Grande. Esse é o primeiro encontro com a pré candidatura definida, o PMDB tem candidato e é o Nelsinho Trad”.

Vereadora em Campo Grande, presidente do PMDB municipal e presidente do PMDB Mulher estadual, Carla Charbel Stephanini lembrou a importância da participação das mulheres na política, ressaltando o espaço que o PMDB sempre ofereceu para a mulher dentro do partido. “Precisamos estar ocupando espaços, pois o governo do PMDB tem compromisso com as mulheres. Nelsinho nós estamos ao seu lado, hoje Campo Grande se arrepende de um equívoco eleitoral e nós não vamos repetir esse equívoco”, esclareceu a vereadora.

Já o vereador de Campo Grande, Vanderlei Cabeludo, ressaltou o apoio da região sul do estado ao candidato Nelson Trad Filho. “Sou soldado do PMDB, não conheço outro partido, pode contar comigo”.

O deputado estadual Eduardo Rocha comentou o vídeo, afirmando que o estado precisa continuar no rumo do desenvolvimento. “Campo Grande quis mudar e mudou de qualquer jeito, o Bernal 6h da manhã está no rádio orando e o resto do dia está judiando do povo de Campo Grande, eu não tenho dúvida de que o Nelsinho vai fazer um bom trabalho”, afirmou Rocha.

Antonio Carlos Marun, deputado estadual licenciado e secretário de habitação do estado, esteve presente no encontro em Rio Brilhante e recordou que á realizou três encontros regionais, lembrou também que o partido promoveu uma reunião com todos os prefeitos, vice prefeitos e vereadores e que nesta ocasião foi pedido para que os encontros voltassem a acontecer quando o candidato estivesse definido. O deputado alertou também sobre a necessidade de comparação entre o governo do PT e do PMDB. “Isso precisa ter continuidade e nós não temos um candidato qualquer, quando Nelsinho assumiu Campo Grande no lugar do André ele se deu bem, assumiu o comando, pilotou o avião e saiu como o prefeito mais bem avaliado de todos os prefeitos do país. Eleição não é fácil, mas nós temos bons fatores que nos levam a vencer essa disputa, somos o maior e melhor partido do estado e esse fator tem que prevalecer nas urnas em 2014”.

Representante da região sul do estado na Câmara dos Deputados, Geraldo Resende também participou do encontro em Rio Brilhante e defendeu a candidatura de Nelson Trad Filho no pleito de 2014. “O partido tem que ser zeloso na cobrança, temos que ser como o próprio candidato e pedir voto, não existe espaço para dubiedade e vacilo, Nelsinho fez uma gestão majestosa e magnífica na capital, agora precisamos de vocês para levar o nome dele para o interior, compete a nós defender o Nelsinho para sermos vitoriosos”, desabafou Geraldo.

O pré candidato do partido, Nelson Trad Filho relembrou sua trajetória de quando foi eleito no primeiro mandato para prefeito. “Quando ganhei fui me aconselhar com o Lúdio Coelho e ele me disse pra trazer pra junto de mim quem havia me ajudado e me disse mais, não pode dar comida estragada em creche e nem deixar ter greve de lixeiro, se você conseguir isso de não atrapalhar o povo, você já está com meio caminho andado”, lembrou Trad.

Nelsinho lembrou que deixou a prefeitura com as folhas de pagamento quitadas e com saldo de R$ 246 milhões em caixa. “Nós vamos governar em cima das prioridades é através desses compromissos que vamos fazer a continuidade que a população está querendo, tem muito disse me disse que não teremos candidato, que vamos nos coligar com o PT, não podemos deixar de ter uma pessoa para defender todo esse trabalho que foi feito e continuar fazendo. Eu não tenho medo, eu quero enfrentar, sou como uma planta no deserto, basta uma gota de orvalho para eu prosperar e vocês são o orvalho, vamos em frente que venha o de todos, pois quem é de todos não é de ninguém, e eu sou do PMDB”, finalizou.

Finalizando os discursos, o senador da república Valdemir Moka defendeu a candidatura de Nelsinho e deixou claro que o PMDB quer que ele seja o candidato. “Você só não vai ser candidato se não quiser, pois nós do partido vamos te apoiar e eu já avisei alguns companheiros que se lá na frente quiserem tirar o Nelsinho, a briga vai ser comigo, ninguém é obrigado a tratar, mas é obrigado a cumprir, temos que mostrar que o partido tem candidato e é o Nelsinho. Mas me perguntam e os outros, os outros são os outros, nós somos o PMDB e temos candidato. Eu estou no meu nono mandato, nunca tive outro partido, aqui não tem lero lero, aqui é aroeira pica pau. Vamos à luta, vamos enfrentar, pois o Nelsinho Trad Filho é o nosso candidato”.

Representantes dos municípios que participaram do encontro manifestaram apoio ao candidato e se comprometeram a levar o nome do Nelsinho e levantar a bandeira do PMDB rumo à vitória em 2014.