Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Junho de 2024

Política

Trancado há quase três horas com candidatos, Puccinelli pede fidelidade a Giroto

Além do governador, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) participa da série de reuniões, que deverá se estender até o início da noite

Midiamax

10 de Julho de 2012 - 17:08

Reunido desde as 14 horas, a portas fechadas, com os candidatos a vereador pela coligação Mais Trabalho por Campo Grande, o governador André Puccinelli (PMDB) vem pedindo fidelidade ao deputado federal Edson Giroto (PMDB) na campanha rumo ao comando da prefeitura da Capital.

 

No total, a coligação reúne 506 candidatos a vereador de 17 partidos, divididos em cinco chapas. Diante de tantos postulantes, Puccinelli os dividiu em grupos. Agora a pouco, encerrou conversa com representantes do PDT, DEM e PSB.

 

“O governador pediu para todos apoiarem o Giroto para não desunir o grupo”, contou o vereador Carlão (PSB), logo após deixar a reunião. “Ele quer evitar qualquer tipo de surpresa desagradável”, acrescentou.

 

Presidente municipal do PDT, o vereador Paulo Pedra fez coro à fala de Carlão. “O André quer todos unidos”, reforçou. Além disso, segundo o pedetista, Puccinelli dirimiu dúvidas burocráticas sobre registro de candidaturas.

 

Além do governador, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) participa da série de reuniões, que deverá se estender até o início da noite. Segundo seguranças de Puccinelli, desde as 6 horas ele está em função de conversas com candidatos a vereador.

 

Para evitar a entrada da impresa, vários seguranças se posicionam em frente às portas do comitê do PMDB, localizado na Rua 14 de Julho.