Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 16 de Junho de 2021

Saúde

Com 50% dos pulmões comprometidos, Cabo Almi se afasta após contrair Covid-19

Midiamax

05 de Maio de 2021 - 14:42

Com 50% dos pulmões comprometidos, Cabo Almi se afasta após contrair Covid-19
Foto: Wagner Guimarães/ALMS

O deputado estadual Cabo Almi (PT) testou positivo para a Covid-19. Além dele, a esposa, Irene, e a nora Jéssica, também contraíram a doença causada pelo novo coronavírus.

Nesta quarta-feira (5), o parlamentar já não participou da sessão da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul). Segundo informou a assessoria, mesmo tendo 50% dos pulmões comprometidos, ele se recupera em casa. Almi não apresentou febre e está utilizando um ventilador mecânico para melhorar a respiração. Ele está acompanhado por uma equipe médica.

Histórico

Outros oito deputados já contraíram a Covid-19 desde o início da pandemia. O primeiro deles foi o presidente da Assembleia, Paulo Corrêa (PSDB), em julho de 2020.

Uma semana depois, Neno Razuk (PTB) também testou positivo. Já em agosto, Coronel David (sem partido) chegou a ser internado, mas foi liberado dias depois para continuar o tratamento em casa. O caso mais grave foi de Onevan de Matos (PSDB). Diagnosticado em setembro, ele chegou a ser internado e receber alta, mas retornou e acabou transferido para São Paulo. O tucano faleceu em novembro, vítima de complicações da doença.

Já em outubro, Lucas de Lima (Solidariedade) foi contaminado. Em dezembro, João Henrique Catan (PL) se isolou em um hotel após ser diagnosticado com a doença. E em março deste ano, o presidente da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), Gerson Claro (PP), e o 2º secretário da Mesa Diretora, Herculano Borges (Solidariedade), também precisaram se afastar.