Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 20 de Janeiro de 2021

Saúde

Governo Federal quer iniciar vacinação dia 19, mas não há número de doses a MS

Campo Grande News

13 de Janeiro de 2021 - 16:23

Segundo Pazuello, Brasil já tem em mãos, 8 milhões de doses de vacinas contra covid-19. (Foto: Gabriela Biló/Estadão)

O Governo Federal prepara para o próximo dia 19 de janeiro a primeira imunização contra covid-19 no Brasil. A aplicação deve ser feita durante evento em que estarão os governadores e secretários de saúde dos estados, conforme informações do jornal O Estado de São Paulo.

O secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, disse que tal encontro estava agendado via internet para o último dia 11, segunda-feira, mas foi remarcado e agora, para o formato presencial, pelo Ministério da Saúde. “Para o dia 19 estamos esperando os anúncios relativos à vacinação nos Estados”, comentou.

Segundo Resende, ele soube pela imprensa sobre a possibilidade da imunização no Brasil começar no evento programado para dia 19 e que a expectativa, até então, era que fossem detalhadas as quantidades de imunizante para cada unidade da federação.

Estima-se que o Governo Federal já tenha em mãos 13 milhões de doses, conforme Resende, para serem distribuídas. Mato Grosso do Sul deve receber, de pronto, menos de 2% dessa quantidade, já que a população sul-mato-grossense representa 1,23% do total de habitantes do Brasil. Isso corresponde a cerca de 159,9 mil doses.

O Estado precisa, no entanto, de 1,7 milhão de doses para dar conta da demanda da população de risco e que deve ser priorizada na imunização contra covid-19. Isso, já contando com a aplicação das duas doses necessárias.

Conforme o “Estadão”, "Brasil imunizado, somos uma só nação", deverá ser o slogan planejado para a cerimônia do dia 19, que está confirmada com os representantes estaduais, mas sem a certeza de que de fato o evento em que a primeira vacina será aplicada no País.

A proposta, preliminarmente, é vacinar uma pessoa idosa e um profissional de saúde. O Palácio do Planalto afirma que ainda não há cerimônia prevista, mas o assunto está em discussão no Ministério da Saúde, com o aval do ministro Pazuello. Apesar de ainda não ter batido o martelo sobre uma data para a vacinação em todo o País, Pazuello tem dito que, na melhor hipótese, começa em 20 de janeiro.

Na capital do Amazonas, hoje, Pazuello foi afirmou que “temos duas vacinas para janeiro, muito promissoras, oito milhões de doses. Quando a Anvisa concluir sua análise, 3, 4 dias depois estamos distribuindo a vacina no Brasil. Ponto. Anvisa vai se pronunciar no dia 17. Botem aí os números para frente. Se a Anvisa alongar para o dia 20, 22, botem os números para frente, mas é janeiro. Hoje decola avião para ir buscar 2 milhões de doses na índia. É tempo de viajar, apanhar e trazer. (...) numa pernada, somos o País que mais imuniza no mundo, em janeiro.”