Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 20 de Abril de 2021

Saúde

No Dia do Jornalista, Saúde afirma que incluirá categoria em grupo a ser imunizado

De acordo com o secretário Geraldo Resende, serão cerca de mil profissionais da imprensa imunizados em MS.

Midiamax

07 de Abril de 2021 - 15:39

No Dia do Jornalista, Saúde afirma que incluirá categoria em grupo a ser imunizado
Serão cerca de mil profissionais da imprensa imunizados em MS. Foto: Rafael Brites

Os jornalistas devem ser incluídos no grupo prioritário de pessoas a serem vacinadas contra o coronavírus em Mato Grosso do Sul. A medida foi anunciada pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) e uma resolução deve ser publicada na quinta-feira (8). De acordo com o secretário Geraldo Resende, serão cerca de mil profissionais da imprensa imunizados em MS.

Nesta quarta-feira (7), é celebrado o dia do Jornalista. Durante a live da SES nesta manhã, o secretário de saúde anunciou a medida para imunizar os profissionais. “Vamos fazer uma resolução ainda hoje, a ser publicada amanhã para que a gente incorpore os jornalistas na próxima leva de pessoas a serem imunizadas em Mato Grosso do Sul”, disse.

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) já havia pedido a inclusão dos jornalistas no grupo de prioridade para vacina contra Covid-19, no Plano Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde. O parlamentar citou dado da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), que aponta o Brasil com o maior número de jornalistas mortos pela doença no mundo.

Nelsinho apontou os profissionais radialistas, jornalistas que trabalham em veículos de TV, rádio, sites, repórteres de campo, produtores, editores de texto, de imagem, de som, fotógrafos, cinegrafistas, diretores, chefes de redação, operadores de imagem e som. "Todos aqueles que têm contato diário e contínuo com a cobertura de toda esta face triste que nós estamos vivenciando".

Nesta quarta (7), Gerado Resende ressaltou que Mato Grosso do Sul já perdeu profissionais importantes, que colaboraram durante a pandemia de coronavírus. “São cerca de 1 mil, 1,2 mil servidores, vamos criar critérios para imunização desses jornalistas. São aqueles que estão na linha de frente, cobrindo todos os dias os hospitais, cobrindo as lives, fazendo chegar a boa informação, combatendo fake news”, disse.

Jornalistas mortos na pandemia em MS

A última morte de profissional da imprensa por conta do coronavírus aconteceu no dia 29 de março. O jornalista Denilson Pinto, 53 anos, morreu vítima de complicações da covid-19. Denilson ficou internado por nove dias no Hospital El Kadri, em Campo Grande.

Neste ano também faleceram o jornalista Guilherme Filho, 64, e o repórter fotográfico Valdenir Rezende, 55, também vítimas da covid-19.