Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 20 de Abril de 2021

Saúde

"Prenúncio de colapso", avalia saúde sobre MS

Campo Grande News

05 de Março de 2021 - 13:18

"Prenúncio de colapso", avalia saúde sobre MS
Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, durante live desta sexta-feira (05) - (Foto Reprodução)

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, avalia que a necessidade cada vez maior de transferência de pacientes do interior confirma cenário muito ruim da pandemia do coronavírus. "Estamos com prenúncio de um colapso de várias cidades do Estado. Ontem tivemos que remanejar paciente de Amambaí para Aquidauana. A situação é muito angustiante."

Diante do quadro, na segunda-feira (08) a SES fará uma reunião com todos os 79 prefeitos, às 9h. Será mais uma tentativa de convencer os gestores a adotarem medidas mais severas contra o coronavírus.

"O encontro será para tomar medidas mais restritivas e tenho certeza que teremos o apoio dos prefeitos. O que estamos passando é fruto dessa desobediência cega da população que não está cumprindo as medidas de prevenção contra a doença."

Durante a live da SES desta sexta-feira (05), o secretário reforçou que os municípios precisam tomar medidas para fazer valer o isolamento social. O risco de descontrole cresce com nova cepa que já chegou ao Estado. “Já temos a presença da variante do Amazonas, e há indicativos que esteja presente em outras regiões do Estado”.

Ainda hoje, Geraldo diz que vai conversar com o secretário Municipal de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho, para ver a possibilidade de ampliar leitos na Capital. Hoje a ocupação chega a 92% dos leitos de UTI em Campo Grande.

O problema em todo o Estado se agrava desde meados de fevereiro. Há 13 dias, eram 495 internados, hoje são 712 em enfermarias e UTIs. Isso significa aumento de 43% na ocupação.