Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 16 de Junho de 2021

Sidrolândia

Assentado que recebeu titulo de Bolsonaro já é pequeno produtor com lavoura de 80 ha

Júlio Cristaldo entrou na área de 9,4 hectares em 2006, quando o Assentamento Eldorado foi criado, quando tinha 32 anos de idade

Flávio Paes/Região News

17 de Maio de 2021 - 10:03

Assentado que recebeu titulo de Bolsonaro já é pequeno produtor com lavoura de 80 ha
Pequeno produtor Júlio Cristaldo apertando a mão do presidente Jair Bolsonaro ao lado da ministra Tereza Cristina durante solenidade. Foto: Assessoria

O único assentado de Sidrolândia que recebeu das mãos do presidente Jair Bolsonaro o título de posse definitiva na sexta-feira passada, é um exemplo de sucesso, contrariando prognósticos e expectativas dos adversários da reforma agrária, presos a imagem do assentado como um eterno dependente do assistencialismo do Governo, que não conseguem extrair o sustento da exploração produtiva do lote.

Júlio Cristaldo entrou na área de 9,4 hectares em 2006, quando o Assentamento Eldorado foi criado, quando tinha 32 anos de idade, com a mulher e duas crianças pequenas. Hoje, aos 47 anos, ele é um próspero pequeno produtor. Expandiu os limites do seu lote no Eldorado Parte II, por meio de parcerias com vizinhos e atualmente tem lavoura em 8 lotes. Já conseguiu comprar o trator e a colheitadeira indispensável para o trabalho na lavoura.

Júlio plantou 60 hectares de soja com uma produtividade média de 50 sacas por hectares, colheu 3 mil sacas do grão que vendeu para a Cooperalfa, cooperativa na qual é associado desde 2018. Sua preocupação atual é com o longo período de estiagem que pode comprometer a colheita nos 80 hectares de milho que plantou nesta safrinha.

Assentado que recebeu titulo de Bolsonaro já é pequeno produtor com lavoura de 80 ha
Júlio Cristaldo com título de posse em mãos durante solenidade.

O recebimento do título foi uma surpresa para Júlio que nem acreditou quando na semana passada recebeu a ligação de uma assessora do Incra o convidando para participar da solenidade com a participação do presidente.

Espero que além de mim, todos os meus vizinhos também recebam este documento, muito aguardado por todos”, revela.

Além de se tornarem de fato e de direito proprietários, o título oferece a oportunidade para o pequeno produtor ter acesso a todas as linhas de financiamento do crédito rural (custeio e investimento). O Pronaf, única linha de crédito disponível ao assentado, está limitado a R$ 330 mil, insuficiente para cobrir os custos de duas safras anuais.

Júlio acredita que qualquer assentado tem chance de evoluir da produção quase sempre de subsistência e ingressar na agricultura em grande escala. “Não foi fácil esta evolução. Primeiro, tive horta, plantio de milho, como o resultado não foi bom, resolvi arriscar plantar soja, mesmo sem ter trator ou colheitadeira. Trabalhava em fazendas vizinhas em troca do uso das máquinas”, revela.

Assentado que recebeu titulo de Bolsonaro já é pequeno produtor com lavoura de 80 ha

Em 2018 resolveu se associar a Cooperalfa, cooperativa originaria de Santa Catarina, onde predomina as pequenas propriedades. Hoje ele está convencido de que tomou uma decisão acertada. “A cooperativa me antecipa todos os insumos e defensivos e, desconta, do valor da soja ou milho que vendo para a Alfa. Além disso, tenho assistência dos técnicos da cooperativa que visitam a lavoura praticamente toda a semana”, explica.

Assentado que recebeu titulo de Bolsonaro já é pequeno produtor com lavoura de 80 ha

Entrega de títulos

Na sexta-feira o presidente Jair Bolsonaro e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, entregaram no Assentamento Santa Mônica, em Terenos, 2.200 títulos de posse definitiva para assentados. Embora seja a cidade que concentra o maior número de assentamentos (são 29) com aproximadamente 5 mil famílias, há 6 anos a Prefeitura custeia a manutenção de um escritório do Incra, só dois assentados do município recebeu o documento que os torna proprietários dos lotes.

Confira a Galeria de Imagens: