Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 13 de Junho de 2024

SIDROLÂNDIA- MS

Assassino confessa ter matado pintor a marteladas e golpes de faca antes de enterrar corpo em quintal

Ao ser surpreendido pelos seus três algozes, Magno recebeu um golpe de martelo na cabeça, desferindo por João Pedro.

Redação/Região News

23 de Maio de 2024 - 16:57

Assassino confessa ter matado pintor a marteladas e golpes de faca antes de enterrar corpo em quintal
Magno foi enterrado no quintal da casa onde morava. Foto: Lucas Martins/RN.

O pintor Magno Fernandes Monteiro, foi morto com requintes de crueldade (golpes de martelo na cabeça e facada na barriga) foi enterrado vivo no quintal da casa onde morava na Rua Evaristo Roberto Ferreira.

Em depoimento à delegada Cynthia Karoline, João Pedro Lopes, 20 anos, sobrinho da vítima, sem demonstrar remorso, friamente, contou a dinâmica do homicídio que cometeu, com ajuda de outros dois comparsas, numa noite chuvosa de abril do ano passado.

Os três decidiram enterrar o pintor ainda vivo, gritando de dor, embaixo de um pé de manga.

Ao ser surpreendido pelos seus três algozes, Magno recebeu um golpe de martelo na cabeça, desferindo por João Pedro. A vítima cambaleou, mas se recuperou, conseguindo tomar o martelo que o segundo envolvido no crime, Otávio Miguel, levava, o acertando no ombro de João Pedro.

Assassino confessa ter matado pintor a marteladas e golpes de faca antes de enterrar corpo em quintal
Local onde pintor foi morto. Foto: Lucas Martins/RN.

Foi então que Otávio segurou Magno e em seguida com ele rendido, João Pedro e Jailson Nascimento, terceiro envolvido no crime, golpearam Magno a facada na barriga. Os três decidiram enterrar o pintor ainda vivo, gritando de dor, embaixo de um pé de manga.