Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Maio de 2024

SIDROLÂNDIA- MS

Governo Federal destina 50 casas para atender indígenas chefe de família

Serão beneficiadas indígenas mulheres indígenas que são chefes de família.

Redação/Região News

12 de Abril de 2024 - 13:37

Governo Federal destina 50 casas para atender indígenas chefe de família
Residencial. Foto: Divulgação

Após 16 anos do último investimento (em 2008 o Estado construiu 47 casas na Aldeia Tereré), as comunidades indígenas de Sidrolândia voltarão a ser beneficiadas com projetos habitacionais.

Nesta quinta-feira (11) o secretário Municipal de Governo, Nélio Paim, recebeu a confirmação de que o Governo Federal em parceria com a Agência Estadual de Habitação, vão investir R$ 4,5 milhões na construção de 50 casas, sendo 25 na Aldeia Córrego do Meio e as outras 25, na comunidade Lagoinha. Serão beneficiadas mulheres indígenas que são chefes de família.

De acordo com Nelinho, serão construídas casas de 47,58 metros quadrados de área construída, ao custo de R$ 90 mil por unidade. O Governo Federal custeará 75% dos custos (R$ 67.500,00), enquanto o Estado complementa os 15% (R$ 13.500,00).

O projeto foi cadastrado no Ministério do Desenvolvimento Regional pela Associação Dignidade é Vida -ADV, organização não governamental habilitada para captação de empreendimentos do Minha Casa, Minha Vida modalidade faixa 1, que contempla famílias com renda até R$ 2.640,00, que não pagarão nada pelo imóvel, que será 100% subsidiada.

A ONG terá 180 dias para apresentar toda documentação na Caixa Econômica Federal e dar continuidade ao projeto. A construção terá o suporte técnico de engenheiros da Agehab com aproveitamento da mão de obra disponível nas aldeias.

Plano estadual 

Mato Grosso do Sul foi contemplado com 2.336 novas moradias, investimento de R$ 550 milhões, R$ 450 milhões do Governo Federal e cerca de R$ 90 milhões em contrapartidas do Estado.

No programa Minha Casa Minha Vida Entidades, o estado foi selecionado com 649 moradias que serão distribuídas em 12 municípios abaixo de 50 mil habitantes. Já as outras 1.687 mil moradias farão parte do Programa Minha Casa Minha Vida Rural em 21 municípios, sendo elas sua maioria em aldeias, com destaque para 300 unidades que serão executadas nas aldeias Bororó e Jaguapiru, em Dourados.

Em novembro de 2023, o Estado já havia sido selecionado com 1.657 mil unidades no programa Minha Casa, Minha Vida – FAR, sendo que, deste total, 194 já foram contratadas. Dessa forma, Mato Grosso do Sul já totaliza 3.993 unidades no Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV).