Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Maio de 2024

CAMPO GRANDE

Lula desembarca na Base Aérea e segue para evento em frigorífico

Acompanham o presidente, a ministra do Planejamento, Simone Tebet, e o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro.

Campo Grande News

12 de Abril de 2024 - 09:37

Lula desembarca na Base Aérea e segue para evento em frigorífico
Avião da Presidência pousou na pista da Base Aérea de Campo Grande às 9h33 (Foto: Paulo Francis).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acaba de desembarcar na Base Aérea de Campo Grande na manhã desta sexta-feira (12). Ele segue para unidade do frigorífico JBS, na saída para Sidrolândia, onde vai inaugurar exportação de carne para a China em evento fechado com autoridades e imprensa. Não está prevista a ida a outro local e a visita deve durar apenas duas horas.

Acompanham o presidente, a ministra do Planejamento e Orçamento do Brasil, Simone Tebet e o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Carlos Fávaro.

Essa é a primeira visita de Lula a Mato Grosso do Sul desde que tomou posse em 2023. Na BR-060 há intensa movimentação de viaturas da PF (Polícia Federal) e PRF (Polícia Rodoviária Federal). Militares do Exército Brasileiro também estão a postos em frente a empresa.

Batedores vão abrindo caminho para a comitiva presidencial. O trecho próximo ao frigorífico deve ser totalmente interditado para o presidente passar e entrar na unidade. Na volta, será o mesmo procedimento para garantir a segurança.

No encontro da Avenida Central com a Avenida Duque de Caxias estão posicionados policiais militares do Batalhão de Choque.

Aa Orla do Aeroporto, na Avenida Duque de Caxias, há uma manifestação técnicos administrativos e professores do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) e da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que estão em greve reivindicando reajuste de salários e plano de carreira das categorias.

Exportações - A visita a Mato Grosso do Sul faz parte de um giro por estados brasileiros para aproximação do setor econômico. Em março, o presidente esteve em Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pará, e em abril já viajou para o Nordeste e Goiás. A exportação para o país asiático faz parte do processo de expansão das plantas de frigoríficas brasileiras que foram habilitadas para envio da carne para a China.