Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Novembro de 2021

Esporte

Na zona de rebaixamento São Paulo reencontra técnico Ney Franco

A partida marcará o reencontro do Tricolor com Ney Franco, único técnico campeão pela equipe em mais de quatro anos

Gazeta Esportiva

05 de Outubro de 2013 - 09:20

São Paulo e Vitória se enfrentam às 21 horas (de Brasília) deste sábado, no Morumbi, pela rodada 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marcará o reencontro do Tricolor com Ney Franco, único técnico campeão pela equipe em mais de quatro anos, mas demitido há três meses por conta de uma série de maus resultados e problemas de relacionamento com líderes do elenco.

O duelo também colocará frente à frente dois times em situações opostas: enquanto o São Paulo voltou à zona de rebaixamento, ocupando 17ª posição, com 27 pontos, o Vitória não perde há oito jogos e está apenas quatro pontos atrás da zona de classificação para a Libertadores.

Em termos de escalação, o atual técnico do São Paulo, Muricy Ramalho, tem dois desfalques: volante Denilson e o zagueiro Rafael Toloi, ambos lesionados. Por outro lado, o zagueiro Antonio Carlos volta de suspensão e começa a partida jogando, assim como o atacante Welliton, poupado na última rodada. Após a derrota sofrida por 3 a 0 para o Santos, na última quarta-feira, Muricy revelou que pretende fazer mudanças na equipe por razões técnicas.

Assim, Osvaldo, que não marca um gol desde fevereiro, deve dar lugar a Lucas Evangelista ou Ademilson, que auxiliariam Ganso e Welliton na armação. Jadson é outro com chances de ir para a reserva e dar lugar a Maicon. A tendência é que as mudanças técnicas alterem também o posicionamento do time, passando do tradicional 4-4-2 para o 4-5-1.

“A nossa situação é preocupante faz tempo. Estamos mal desde o começo do campeonato. É um torneio que não perdoa, muito forte. Não dá para pensar no depois”, diz Muricy. “É uma competição que você começa a ganhar lá no primeiro jogo.” Do lado do Vitória, Ney Franco vive situação confortável, em contraste com os últimos meses que passou no São Paulo.

Na partida contra o ex-time, o treinador terá a volta do zagueiro Victor Ramos, que cumpriu suspensão no triunfo por 2 a 1 sobre o Goiás no meio da semana. Ney, entretanto, nega qualquer intenção de transformar o reencontro em uma revanche. Após a saída do treinador, Rogério Ceni afirmou que ele não tinha agregado nada ao clube. Ele também teve problemas com Lúcio, hoje afastado, e Rafael Toloi.

“Foi coisa do momento, vida que segue. Agora tenho outro desafio”, disse Ney, em entrevista à TV Gazeta. “Estou agregando no Vitória, estamos de olho em uma vaga no G-4 e tomara que a gente se classifique para Libertadores, como aconteceu no São Paulo no ano passado.”