Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 29 de Novembro de 2021

Esporte

Ruim para os dois lados: Fla e Vasco ficam no empate no Mané Garrincha

Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos 34 pontos e permaneceu na 11ª colocação

Lance Net

07 de Outubro de 2013 - 00:18

Em um jogo, onde o empate não era bom para nenhum dos times, Flamengo e Vasco ficaram no 1 a 1, no Mané Garrincha, em Brasília. O Rubro-Negro precisava da vitória para seguir sonhando com o G4, já o Cruz-maltino buscava o resultado positivo para sair da zona de rebaixamento.

Os gols do jogo foram marcados por Hernane, pelo Fla, no primeiro tempo da partida, e Willie, que entrou bem no intervalo, deixou tudo igual no início da segunda etapa. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos 34 pontos e permaneceu na 11ª colocação. Enquanto o Cruz-Maltino chegou aos 29 pontos e ficou no 17ª lugar.

Na próxima rodada, o Fla recebe o Internacional, na próxima quinta-feira, às 21h, no Maracanã. Já o Gigante da Colina fará outro clássico, na quarta-feira, contra o Fluminense, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

FLAMENGO JOGA MELHOR E ABRE O PLACAR

As duas equipes começaram o clássico trocando passes no campo de defesa e se estudando. O primeiro lance de perigo da partida foi aos três minutos. Elias arriscou de longe e Hernane, dentro da área, quase empurrou a bola para as redes. Na sequência, o Vasco, que errava muitos passes, seguia com dificuldades para fazer a ligação entre defesa e ataque.

O Flamengo ficava mais tempo com a bola nos pés e investia nas jogadas pelas laterais, que terminavam com a bola levantada para a área, mas sem muito sucesso. Aos 29 minutos, o Rubro-Negro aproveitou o contra-ataque e Paulinho partiu em velocidade pela esquerda. Ao chegar na linha de fundo, o atacante rolou a bola para Hernane, que entrava livre, de frente para o gol, mas a finalização saiu fraca, no meio do gol, e Diogo Silva fez a defesa com tranquilidade.

Apesar de ter Juninho como maestro no meio-campo, o Vasco seguiu errando muitos passes e pouco assustava a defesa rubro-negra. Sentindo a superioridade, o Flamengo resolveu partir para cima. Aos 32 minutos, Elias fez ótimo lançamento para o ataque, Cris falhou e Paulinho ficou livre pela direita. O camisa 26 foi até a linha do fundo e cruzou para o Hernane, que sozinho, tocou para o fundo das redes. Depois de marcar o gol, o Rubro-Negro diminuiu o ritmo e passou a administrar o jogo. O Vasco tentava criar, mas esbarrava em suas próprias limitações.

MUDANÇAS NO VASCO DÃO CERTO

No intervalo da partida, o técnico Dorival Júnior fez duas mudanças na equipe. Sacou Juninho e Edmilson, que não vinham fazendo um bom jogo, e mandou André e Willie para o jogo. E as substituições deram certo. Aos sete minutos, Marlone fez boa jogada e passou para Jhon Cley. O meia lançou, João Paulo não consegue cortar, e a bola chegou aos pés de Willie, que tocou na saída de Paulo Victor e deixou o placar em 1 a 1.

Após o gol, o Vasco cresceu na partida e partiu para cima do Flamengo, mas sem levar muito perigo. Aos 21, o Rubro-Negro respondeu. Paulinho recebeu na direita, dominou e bateu cruzado. A bola desviou na defesa cruz-maltina e saiu pela linha de fundo, sem assustar o goleiro Diogo Silva.

A partir dos 30 minutos, o jogo ficou aberto, mas a qualidade caiu bastante. Ambas as equipes chegavam pouco na área do adversário. Aos 45, Gabriel que entrou na lugar de André Santos, teve boa chance de dar a vitória ao Rubro-Negro, mas a bola pegou na defesa cruz-maltina e saiu pela linha de fundo. Sem tempo para mais nada, as equipes tiveram que se satisfazer com o empate por 1 a 1, que não foi bom para nenhum dos times.