Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Geral

A partir de 2022 grandes geradores vão pagar pela coleta e descarte do lixo

Atualmente 2 supermercados da cidade estão cumprindo a legislação, inclusive a separação e destinação do lixo reciclável.

Redação/Região News

03 de Outubro de 2021 - 21:07

A partir de 2022 grandes geradores vão pagar pela coleta e descarte do lixo
A exigência vem sendo postergada desde 2005. Foto: Divulgação

A partir de 2022 os estabelecimentos comerciais, como supermercados, restaurantes e indústria de Sidrolândia que geram mais de 50kg de lixo por dia, só conseguirão renovar a alvará de funcionamento emitido pela Prefeitura, se apresentarem um plano de coleta e destinação de resíduos sólidos. Todo serviço será custeado pelas empresas.

A exigência vem sendo postergada desde 2005, mas só foi regulamentada em maio do ano passado pelo ex-prefeito Marcelo Ascoli, mas que ficou só no papel e agora terá de ser implementada por imposição do Ministério Público que ameaça impor multa diária, com responsabilização dos gestores.

Atualmente apenas dois supermercados da cidade estão cumprindo a legislação, inclusive a separação e destinação do lixo reciclável. O primeiro passo para implementação da regra que é prevista desde 2010 pela legislação federal, a Prefeitura vai disponibilizar no site oficial l, dois formulários, um para a empresa se cadastrar como grande gerador e outro, para as empresas habilitadas no município a prestar o serviço de coleta e destinação final do lixo.

Em várias cidades, como Campo Grande, os grandes geradores há três anos estão pagando e coletando, desonerando o poder público desta conta. Em Sidrolândia, a coleta e destinação final do lixo em aterro sanitário, na média custa R$ 400 mil. A expectativa é reduzir está conta de imediato em R$ 100 mil depois que for suspensa a coleta de entulhos da construção misturados a galhos de árvores, objetos inservíveis deixados nos begs em frente das casas. O descarte de entulhos, com locação de caçambas, também é de responsabilidade de quem gerou o lixo.