Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Maio de 2021

Geral

Empresário vai investir R$ 2 milhões na implantação de frigorífico de suínos entre Sidrolândia e Quebra Coco

O empreendimento será construído numa área de 4,5 hectares, avaliada em R$ 270 mil, doada ao empresário pelo produtor rural, Jacob Breure.

Flávio Paes/ RN

02 de Maio de 2021 - 20:17

Empresário vai investir R$ 2 milhões na implantação de frigorífico de suínos entre Sidrolândia e Quebra Coco

Dentro de no máximo dois anos, Sidrolândia vai ganhar seu terceiro frigorífico, este voltado ao abate de suínos e a produção de embutidos de carne de porco. O empresário Vanderlei Piana planeja investir R$ 2 milhões, parte dos recursos de um financiamento da linha de crédito do FCO (Fundo Constitucional do Centro Oeste), no empreendimento que vai gerar inicialmente 20 empregos diretos. A indústria, na qual será agregada uma pocilga com capacidade para engorda de 900 leitões, será construída às margens da MS-162, a 16 quilômetros do centro da cidade, entre o perímetro urbano de Sidrolândia e o Distrito de Quebra Coco.

O empreendimento será construído numa área de 4,5 hectares, avaliada em R$ 270 mil, doada ao empresário pelo produtor rural, Jacob Breure. O frigorífico está sendo projetado para abater 100 animais por dia, com selo de inspeção sanitária do Estado. Vai abastecer os mercados de Sidrolândia, Campo Grande e Maracaju.

O empresário já abriu a empresa na Junta Comercial (o Frigorífico Piana), o Iagro aprovou a área, iniciou o processo de licenciamento ambiental e no segundo semestre pretende iniciar a perfuração do poço artesiano e a energia elétrica.

Empresário vai investir R$ 2 milhões na implantação de frigorífico de suínos entre Sidrolândia e Quebra Coco
Empresário Vanderlei Piana. Foto: Arquivo RN

Vanderlei já assinou contrato com a Cooperalfa que vai fornecer os leitões (inicialmente trazidos de Santa Catarina). Ele vai receber os animais com 24 quilos e em 120 dias vai engorda-los até chegarem ao ponto de abate com cerca de 80 kg. Na fase inicial de funcionamento da central de produção de leitões que a Alfa vai montar numa área de 323 hectares na região do Assentamento Geraldo Garcia, a 40 quilômetros da sede da cidade, sentido Maracaju, o frigorífico vai abater 150 animais por semana e no restante do tempo, os trabalhadores vão produzir embutidos, costela, linguiça e bacon. A produção vai aumentar conforme evolua na proporção que o projeto da Alfa esteja funcionando o matrizeiro. Neste segmento só há três frigoríficos no Estado (em São Gabriel do Oeste e Dourados) para abastecer Mato Grosso do Sul.

"Com esta nova matriz econômica, Sidrolândia vai atingir 100 mil habitantes na próxima década. Queremos crescer juntos com o município e para isto, faremos este importante investimento, apostando no mercado interno. Tenho experiência neste tipo de atividades que desenvolvia no Sul, antes de vir morar em Sidrolândia", revela o empresário que diz ter sido surpreendido com a doação da área.

"Geograficamente, quando comecei a discutir o projeto com a Alfa, aquela localidade, na entrada do acesso a Aldeia Córrego do Meio, era é a mais apropriada. Procurei o produtor rural Jacob Breure, para adquirir a área, mas ao tomar conhecimento do projeto, resolveu nos doar os 4.5 hectares”, comemorou ao RN durante entrevista.

Empresário vai investir R$ 2 milhões na implantação de frigorífico de suínos entre Sidrolândia e Quebra Coco