Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 21 de Abril de 2024

Justiça

Justiça decreta prisão de grupo que mantinha boca de fumo e entrega delivery

juiz da Vara Criminal, decretou a prisão preventiva de 4 pessoas por tráfico de drogas e autorizou a quebra do sigilo telefônico dos envolvidos.

Redação/Região News

03 de Abril de 2024 - 13:55

Justiça decreta prisão de grupo que mantinha boca de fumo e entrega delivery
Fórum de Sidrolândia. Foto: Google Maps.

Mesmo com uma irregularidade no flagrante que ocorreu às 14h15 do último 25 e foi comunicada ao Judiciário mais de 24 horas depois, às 16h52 do dia seguinte, o juiz da Vara Criminal, Fernando Moreira de Freitas, decretou a prisão preventiva de 4 pessoas por tráfico de drogas e autorizou a quebra do sigilo telefônico dos envolvidos.

Tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva o casal Wesley Ribeiro de Lima e Katiane Ribeiro. Conforme a investigação policial, eles mantinham em casa uma boca de fumo com sistema delivery de entrega do entorpecente.

Também estariam envolvidos o irmão de Wesley, Alexandre, que trabalhava na preparação e entrega da droga e Cesar Furtado dos Santos, que foi flagrado pela Polícia Militar levando para um cliente uma porção de pasta base que denunciou o esquema. Com o rapaz a guarnição encontrou uma porção de droga e no celular dele havia o registro do pagamento feito pelo “consumidor".

A missão dele era levar aos clientes os papelotes de cocaína e pasta base que encomendaram por telefone e pagavam via Pix. Na casa foram encontrados 87 papelotes de cocaína, três de pasta base e 4 de maconha, além de balanças de previsão, além de materiais usados para preparar porções.

Katiane não tem antecedentes criminais. Wesley acumula três condenações por tráfico, receptação e furto qualificado. Cesar Furtado dos Santos é réu por licitação. No dia 21 de fevereiro de 2021, Cesinha, como é conhecido, em companhia de Douglas dos Santos, entrou na filial da Magazine Luiza e furtou um aparelho celular.