Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 25 de Setembro de 2020

Mato Grosso do Sul

Emissão do novo RG em MS deve começar em 2020, diz secretário

Atraso na expedição deve ser regularizada até dezembro, garantiu Videira

Correio do Estado

26 de Novembro de 2019 - 16:27

Emissão do novo RG em MS deve começar em 2020, diz secretário

A emissão da nova versão da Carteira de Identidade, também conhecida como Registro Geral (RG), deve começar em 2020, segundo o titular da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Antônio Carlos Videira. “No início do próximo ano, devemos disponibilizar. Dependemos ainda da Casa da Moeda emitir os espelhos no novo modelo”, afirmou, durante a inauguração  da Penitenciária Estadual Masculina de Regime Fechado da Gameleira.

A nova carteira de identidade contém mais informações, como registros do título de eleitor, numeração da Carteira de Trabalho e Previdência Social, certificado militar, Carteira Nacional de Habilitação, documento de identidade profissional, carteira nacional de saúde e números de NIS/PIS/Pasep. Também poderá ser incluído o nome social sem a necessidade de alteração no registro civil.

Sobre a fila para emissão do RG, conforme noticiou o site na edição de hoje, Videira explicou que a Casa da Moeda está atrasando o envio de papel-moeda para a empresa contratada pelo estado para emitir o documento. “Estamos mantendo o agendamento e a captura de imagens e de dados. Todavia, a emissão depende do papel-moeda”, disse. Com esse atraso e o crescimento da demanda para a expedição, o serviço só deve ser regularizado em 2 de dezembro.

Atualmente, 11 mil pessoas aguardam pela emissão da Carteira de Identidade. Desde o início do mês de novembro a Sejusp está sem o material, que é fornecido exclusivamente pela Casa da Moeda do Brasil. Apesar de não suspender os agendamentos para emissão do documento, a impressão do RG não é realizada. Com isso, quem precisa do documento vai ter de esperar, pelo menos, até dezembro.

Em média, o cidadão aguarda por uma semana para receber o RG, após realizar a coleta de dados. Com a falta de material, os servidores dos postos de identificação estão agendando a retirada do documento após a segunda quinzena de dezembro.